Aprendizado e diversão28/02/2012 | 09h50

Nas telas e nos livros, crianças mostram talento na cozinha

Cozinhar é uma atividade que rende muito aprendizado para as crianças

Enviar para um amigo
Nas telas e nos livros, crianças mostram talento na cozinha Emílio Pedroso/Agencia RBS
Tati Suarez e a festa na cozinha Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS

Especialistas advertem: cozinhar é uma experiência rica que deve ser compartilhada com as crianças. Desde a escolha dos alimentos ao seu preparo e à degustação, preparar a comida em família rende brincadeiras, aprendizado e fortalecimento de vínculo entre pais e filhos. Para a professora de Psicologia da Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Tania Marques, convidar a gurizada para colocar a mão na massa é uma troca de experiências sobre o mundo:

– A gente percebe que os pais em geral têm bastante dificuldade de falar com os filhos. Essa seria uma oportunidade única para vivenciar a aproximação de ambos, pois é possível conversar sobre os mais diversos assuntos, desde como foi o dia de cada um até como os antepassados preparavam o alimento.

Para aproveitar o momento ao máximo, e não apenas resumi-lo ao ato de cozinhar, é interessante que os pais pensem na atividade de maneira pedagógica. Segundo Tania, quanto mais a criança tiver participação no “projeto” – compartilhando desde a ideia da receita, à compra dos ingredientes passando pela preparação – mais especial será a vivência.

– A sensação de comer aquilo que elas mesmos produziram é incrível para a criança – observa a especialista.

A publicitária Tati Suarez sabe por experiência própria os benefícios de cozinhar em família. Ela e a filha Valentina formaram uma dupla infalível na arte de dar formas e cores a cookies, sanduíches e cupcakes, sempre apostando em receitas bacanas durante o ano todo, mas principalmente nas férias. Hoje Tati ministra concorridas oficinas de culinária infantil em uma loja da Capital:

– É uma delícia. No final, é aquela festa, eles têm uma enorme satisfação em ver o resultado e pedem para repetir com os pais em casa.

VÍDEO: Aprenda a fazer biscoitos coloridos

Alarico

Gauchinho celebridade do programa Anonymus Gourmet, da RBSTV, Alarico é na verdade Miguel Ângelo Uflacker Lutz de Castro, um menino fofo de oito anos que adora cozinhar doces. Uma vez por mês, é ele quem apresenta a receita no programa do dindo José Antonio Pinheiro Machado, e a escolha do prato é sempre feita por ele.

– Eu ajudo a minha mãe a fazer almoço, faço a salada de maionese. Além disso, gosto de fazer negrinho, bolo – diz o garoto.

Márcia Lutz, mãe de Alarico, diz que a adoração pela cozinha sempre foi algo natural na vida do guri – ele curte a função de verdade, algo que proporcionou várias coisas legais para a vida dele.

– Desde pequenininho, ele já conhecia os temperos, as frutas, a importância de uma alimentação saudável – conta Márcia.

No canal pago Travel & Living Channel, os chefs mirins também têm lugar. No reality show Junior MasterChef, crianças participam de uma competição preparando pratos dignos de chefs experientes.

A história se repete com Rebeca Chamma, que, com apenas nove anos, já assina receitas de dar água na boca. Ela, que aos quatro anos começou a ajudar o pai a preparar pratos árabes, lançou o livro Na Cozinha da Rebeca – Aventuras Culinárias para Crianças Extraordinárias, em que apresenta 30 receitas – de sanduíches e patês a pratos quentes e guloseimas.

Para ler
Na Cozinha da Rebeca – Aventuras Culinárias para Crianças Extraordinárias
Autor: Rebeca Chamma
Editora Alaúde
96 páginas, R$ 64,90

Para ver
Ratatouille
Animação lançada pela Pixar e pela Disney em 2007. Nela, as crianças se divertem com Remy, um ratinho que quer ser chef de cozinha e acaba em um dos mais conceituados restaurantes da França. Ratatouille é o nome de um prato da França, que leva tomate, berinjela e pimentão.

 

ZERO HORA - MEU FILHO

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários
clicRBS
Nova busca - outros