Terapeuta Virtual

A psicóloga Carla Melani tira dúvidas sobre tudo o que envolve a vida em casa, desde a educação dos filhos até os problemas entre casais.

Relacionamento amoroso

Li uma matéria recente de vocês e me identifiquei com a seguinte parte: "Para você é importante manter a independência, tanto que frequentemente prefere autonomia à intimidade. Você até quer ficar junto com alguém, mas fica incomodado (a) com muito grude ... Suas estratégias: diz que não está pronta para compromisso, mas está num relacionamento há anos. Você foca nos defeitos do seu parceiro, flerta com outros para introduzir insegurança na relação, não diz frequentemente "eu te amo", firma relacionamentos impossíveis, com homens casados, por exemplo,e vai embora quando está dando tudo certo." Eu uso isso como um mecanismo de defesa, por não querer sofrer mais pra frente, o que faço?

Enviado em 05/07/2011
Carla Melani
Carla Melani

Num relacionamento não há garantias antecipadamente e nem durante. É um ato de movimento permanente e só se sabe depois se deu certo. É assim a vida. Essa "prevenção" para não sofrer depois não faz ninguém feliz, só garante relações superficiais. É um ato de maturidade se envolver disposto a encarar essa incerteza, o que não quer dizer que tenha que ficar numa relação ruim a qualquer preço. Talvez possa procurar terapia para tratar dessa insegurança e dessa busca desenfreada por segurança.

topo

Conheça quem responde às suas perguntas

  • Carla Melani
    Carla Melani

    · Psicóloga · Especialista em Psicologia na Comunicação

Siga Donna no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros