Light ou diet?10/12/2013 | 09h01

Conheça 7 mitos e verdades sobre dietas

Nutricionista explica que consumir apenas um tipo de alimento, como vários regimes da moda sugerem, pode gerar até efeitos contrários

Enviar para um amigo
Conheça 7 mitos e verdades sobre dietas Stock Photos/Divulgação
Foto: Stock Photos / Divulgação

Com a chegada do verão, as dietas rápidas que circulam nas capas das revistas, nos bate-papos com as amigas ou na internet parecem ser a solução para quem deseja perder alguns quilinhos. Consumir apenas um tipo de alimento ou até mesmo ficar em jejum, contudo, podem gerar efeitos contrários ao pretendido.

Leia mais:
>> Levar almoço pronto de casa para o trabalho é opção saudável e econômica
>> Especialistas advertem para os riscos do jejum, dieta da moda na França

Quem explica é a nutricionista do Centro Clínico Gaúcho, Simone de Souza Ribeiro. 

— A alimentação inadequada pode trazer diversos malefícios ao organismo, entre eles, deficiências nutricionais. Dietas radicais com o uso de suplementos alimentares sem orientação profissional podem acarretar em disfunções metabólicas e danos à saúde como sobrecarga renal, hepática e até mesmo problemas cardiovasculares —, adverte a especialista.

Antes de escolher a melhor dieta, deve-se identificar qual o principal objetivo: perda ou manutenção de peso ou controle de doenças, como diabetes e hipertensão, por exemplo. Definida a meta, é possível destacar qual a dieta mais adequada. 

— Uma alimentação balanceada deve conter todos os grupos alimentares, evitando excessos ou extinção de nutrientes. Deve-se priorizar alimentos que são fontes de proteínas, como carnes magras, produtos lácteos desnatados e leguminosas, além de carboidratos em quantidades moderadas e gorduras boas, presentes em alimentos como abacate, castanhas e azeite de oliva —, ressalta Simone.

A nutricionista também destaca que não se pode esquecer das frutas e verduras, fontes de vitaminas, minerais e fibras. Incluir atividades físicas na rotina diária ou, ao menos, três vezes na semana, também é importante.

— De um modo geral, devemos reduzir o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas, açúcar e sódio, substâncias presentes em alimentos industrializados —, completa Simone.


Mitos e verdades sobre dietas

Para esclarecer as principais dúvidas sobre alimentação saudável, a nutricionista revela o que é mito e o que é verdade quando o assunto é dieta. Confira:

- Comer a cada três horas emagrece?
Sim. Isto acelera o metabolismo, diminui a fome e a ansiedade, reduzindo, assim, episódios de compulsão alimentar e refeições em porções muito concentradas.

- Beber líquido durante a refeição engorda?
Depende do líquido. Para evitar ganho de peso, é importante fugir dos refrigerantes, sucos industrializados, bebidas alcoólicas e até mesmo os sucos naturais adoçados.

- Comer enquanto está na frente da TV ou computador engorda?
Este hábito pode ser um fator de risco para o ganho de peso, já que ficamos desatentos e podemos perder o controle no consumo dos alimentos. Geralmente, nessas situações, a pessoa não mastiga corretamente, come rápido e acaba consumindo uma quantidade de alimentos maior do que a necessária.

- Toda atividade física é recomendada para quem está em dieta?
Sim. Atividades físicas são sempre bem-vindas para perda ou manutenção de peso. Os exercícios podem beneficiar o corpo de muitas maneiras, aumentando a força muscular e acelerando o metabolismo por diminuir o percentual de gordura, por exemplo. A prática de atividade física regular pode reduzir os níveis de triglicerídeos e ajudar a manter os níveis de colesterol HDL (colesterol bom). Além disso, a atividade reduz o risco de outras doenças crônicas, tais como diabetes do tipo II, pressão alta e osteoporose. A atividade física faz parte de um estilo de vida saudável, que deve incluir uma alimentação balanceada e cessação do tabagismo, para assim ser possível reduzir o risco de doenças cardiovasculares ou obter o resultado esperado.

- Produtos diet e light são melhores do que os normais?
Depende. É preciso lembrar que há diferenças entre diet e light. Diet significa que o produto é isento de alguma substância, como açúcar, por exemplo. Já light é a denominação para os alimentos que possuem redução de alguma substância. A escolha do produto vai depender do objetivo. Se a pessoa possui alguma restrição alimentar, como é o caso dos diabéticos, ela deve optar pelo produto diet. Caso o objetivo seja apenas controle do peso, pode-se optar pelo produto light ou até mesmo o normal, mas sem exagerar na quantidade.

- Parar de comer doces ajuda a emagrecer?
Sim. Os doces são fonte de carboidratos refinados e muitos apresentam uma quantidade elevada de gorduras, como os chocolates e sorvetes, que são extremamente calóricos.

- Fazer jejum ajuda a emagrecer?
Não. Jejuar retarda o metabolismo, deixando-o mais lento. Isto gera disfunções hormonais, aumento do estresse, entre outros fatores que podem prejudicar a saúde.


 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Donna no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros