Efeito contrário25/05/2012 | 13h18

Livros de autoajuda: vale a pena confiar?

Especialista conta porque, em vários casos, os livros podem atrapalhar mais do que ajudar

Enviar para um amigo
Livros de autoajuda: vale a pena confiar? Stock Images/Stock Images
Foto: Stock Images / Stock Images

O quanto um livro de autoajuda pode auxiliar a resolver um conflito? As técnicas que prometem recuperar o amor, atrair a pessoa certa e ser bem sucedido no trabalho realmente funcionam?

Segundo a especialista em comportamento humano Vanessa Ritzel, vários psicólogos argumentam que livros de autoajuda não produzem os resultados esperados e que muitas vezes não têm efeito algum.

- A proposta dessas obras é fazer com que as pessoas se sintam melhor, independente da conquista, seja profissional, ou pessoal, mas na prática, não é bem assim - alerta.

Vanessa diz que todas as pessoas que buscam um método terapêutico para enfrentar um problema são orientadas a pensar positivo, mas que o conselho, apesar de parecer inofensivo, pode ser desastroso.

- Muitas pesquisas científicas comprovaram que pessoas com baixo autoestima se sentem piores quando expostas a afirmações positivas - diz Vanessa. A explicação para o fenômeno é que estas pessoas têm como reação imediata rejeitar a alegação positiva, e até mesmo se sentem fracassadas por não conseguir adotar a postura positiva. 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Donna no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros