30/07/2010 | 15h13

Entenda as diferenças entre anabolizantes e suplementos alimentares

Descubra se algum deles é indicado para seu treino e estilo de vida

Enviar para um amigo
Entenda as diferenças entre anabolizantes e suplementos alimentares Optimal Functioning, Divulgação/
O quanto você sabe sobre o uso de anabolizantes e suplementos alimentares? Foto: Optimal Functioning, Divulgação

Na nova novela da TV Globo, Passione, o personagem Danilo, interpretado pelo ator Cauã Reymond é um ciclista que participa de competições. Nos últimos capítulos, seu personagem vivencia um drama de consciência por ter trocado, no momento de um exame antidopping, a sua urina, que evidencia o consumo de anabolizantes com a de seu irmão.

Não apenas na novela, mas no meio esportivo, e não raramente, nas academias de todo o país, o termo “bola” é usado para designar anabolizantes, produtos muitas vezes confundidos com os chamados suplementos alimentares.

De acordo com Malu Bastos, nutricionista da Abiad (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres), existe mesmo uma confusão de conceito entre os dois produtos, que precisa ser esclarecida e a novela pode desempenhar esse papel.

Ela explica que os suplementos alimentares são produtos elaborados com ingredientes alimentícios, podendo ser adicionados de um ou outro nutriente sintético idêntico ao presente nos alimentos, enquanto os anabolizantes (bola) ou esteróides anabólicos são derivados sintéticos da testosterona e outras substâncias medicamentosas.

– Os suplementos alimentares são produtos destinados a suplementar a dieta e que contenham ingredientes como proteínas, vitaminas, minerais, carboidratos, aminoácidos ou a mistura desses nutrientes em quantidades pré-estabelecidas. São normalmente ingeridos na forma de cápsulas, tabletes, bebida ou pó para preparo de bebida, tornando-se uma forma conveniente para a obtenção dos nutrientes necessários durante a prática de exercícios ou em competições – destaca a nutricionista.

Malu observa que todos os suplementos alimentares comercializados atualmente passam pelo crivo da Anvisa para serem comercializados no Brasil.

– O número de registro da Anvisa deve constar na embalagem de cada produto e sinaliza que ele foi avaliado pela agência e que seu consumo, nas quantidades sugeridas, é seguro e benéfico ao esportista.

Malu Bastos lista os principais suplementos alimentares que podem ser encontrados atualmente no Brasil, e que podem beneficiar os esportistas:

- Protéicos
Formulados à base de proteína do soro do leite (Whey Protein), caseína e/ou Clara de Ovo em pó para preparo de shake, barras ou bebidas;

- Repositores energéticos
Produtos à base de diversos tipos de carboidratos como maltodextrina, dextrose, frutose, podendo ser adicionados de vitaminas e minerais;

- Repositores hidroeletrolíticos
Bebidas para hidratação com carboidrato, vitaminas e eletrólitos;

- BCAAs
Como popularmente são conhecidos os aminoácidos essenciais Isoleucina, Leucina e Valina;

- Hipercalóricos
Produtos completos destinados a auxiliar na oferta de caloria, energia e demais nutrientes;

- Suplementos de vitaminas e minerais, isolados ou na forma de complexos vitamínicos.

Fonte: Malu Bastos, nutricionista da Abiad

DONNA ZH ONLINE

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Donna no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros