Para matar a sede12/12/2013 | 06h01

Nutricionistas dão dicas de hidratação para o verão

Entre as bebidas mais recomendadas pelas profissionais estão a água, os sucos naturais e a água de coco

Enviar para um amigo
Nutricionistas dão dicas de hidratação para o verão Divulgação/stock.xchng
A água, com ou sem gás, é a bebida mais indicada para quem quer se manter bem hidratado neste verão Foto: Divulgação / stock.xchng

Os gaúchos já começam a sentir os efeitos da proximidade do verão, com o aumento das temperaturas e a predominância dos dias ensolarados. E com o calor, vem a sede. Mas quais tipos de líquidos são os mais indicados para se atingir uma boa hidratação e evitar problemas na estação mais quente do ano?

De acordo com dados da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, 80% das necessidades diárias de água do ser humano são supridas através da ingestão de líquidos e 20% por meio da alimentação. Ainda segundo os cientistas, o mais indicado é que cada pessoa beba 35 mililitros diários de água por cada quilo de seu peso corporal. Por exemplo, uma mulher com 70 quilos deveria ingerir, em média, cerca de dois litros e meio de água por dia.

— A água é uma excelente opção para hidratação. A mineral, com ou sem gás, causa rápido esvaziamento gástrico e é mais indicada para indivíduos que não estejam envolvidos em nenhum tipo de atividade física. Porém, para atletas ou praticantes regulares de exercícios, o ideal é utilizar bebidas isotônicas, pois, além de hidratar, elas repõem sódio e carboidratos perdidos durante a prática esportiva — sugere a nutricionista e professora da Feevale Cláudia Winter.

Outras boas indicações para se hidratar no verão, de acordo com a especialista, são os sucos naturais e a água de coco, que também são fontes de minerais e carboidratos. Já os refrigerantes e energéticos não são recomendados.

— Além de conter muito açúcar, o que acarreta em um ganho de peso desnecessário para quem bebe, os refrigerantes, mesmo que sejam dietéticos, contém ainda um excesso de outras substâncias, como sódio e corantes, que não colaboram para uma boa hidratação. Os energéticos, por sua vez, apresentam uma quantidade muito grande de cafeína, substâmcia que estimula o sistema nervoso central e não ajuda a hidratar — explica a professora.

Ela ainda alerta que as bebidas alcoólicas devem ser consumidas preferencialmente junto com água, já que, apesar de serem líquidos, tem um efeito desidratante.

Entre os alimentos, os mais indicados seriam frutas e verduras, que apresentam um alto teor de água. Os picolés de fruta também são aliados, ao contrário daqueles à base de leite e gordura, que não auxiliam na hidratação da mesma forma.

De acordo com a também nutricionista e professora da Feevale Maria Helena Weber, as altas temperaturas, associadas a maus hábitos, podem influir para gerar um quadro de desidratação.

— Quando a reposição de líquidos e eletrólitos não é adequada, o corpo sofre com um estresse fisiológico, pois a temperatura corporal sobe e, em decorrência disto, aumenta também o esforço do sistema cardiovascular, o que ocasiona riscos à saúde. Mesmo em desidratações leves, onde há perda de até 2% do peso corporal, a temperatura do corpo aumenta até 0,4°C para cada ponto percentual. Conforme esta perda se acentua, chegando até 6%, ocorre o que chamados de fadiga térmica, que pode induzir ao coma e até mesmo levar à morte — alerta ela.

O que ajuda a hidratar no verão

Água (com ou sem gás), água de coco, sucos naturais, bebidas isotônicas, frutas e verduras (como melancia, cenoura, laranja, manga, tomate, kiwi, bergamota, laranja, brócolis, agrião e abóbora), além dos picolés de fruta.

O que não ajuda

Refrigerantes, energéticos, bebidas alcoólicas, picolés à base de leite e gordura.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga @bemestarzh no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros