Incômodo14/12/2013 | 07h04

Conheça mitos e verdades sobre a infecção urinária

Problema é bastante comum entre as mulheres

Enviar para um amigo
Conheça mitos e verdades sobre a infecção urinária Reprodução/Reprodução
Beber muita água é fundamental para prevenir a infecção urinária Foto: Reprodução / Reprodução

A infecção urinária é uma das doenças mais recorresntes entre as mulheres. De acordo com o urologista membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia João Afif Abdo, cerca de dois terços delas experimentam, no mínimo, um episódio do problema ao longo da vida, sendo que 23% dessas mulheres têm dois episódios e 5% têm recorrências.

O especialista listou os principais mitos e verdades sobre o problema. Veja:

A infecção urinária é causada apenas por fungos: mito
A infecção do trato urinário pode ser causada por fungos, porém a maioria delas é provocada por bactérias que podem se alojar no aparelho urinário. A infecção pode se alojar apenas na bexiga (cistites) ou atingir os rins (pielonefrites). As cistites são mais frequentes e geralmente provocam dor ao urinar, frequência urinária muito aumentada e às vezes até sangramento às micções. Já as pielonefrites provocam os mesmos sintomas da cistite, mas comprometem o estado geral das pessoas com febre alta, mal estar geral e fraqueza. As bactérias mais comuns nas infecções do aparelho urinário coexistem normalmente nos intestinos, mas quando entram em contato com o sistema urinário, tornam-se nocivos e causam grande desconforto ao paciente.

A doença só acomete as mulheres: mito
A infecção pode acontecer com os homens também, mas é muito mais frequente nas mulheres. A própria anatomia feminina é uma das causas que facilitam o aparecimento das infecções urinárias nas mulheres. A uretra feminina é bastante curta e desemboca no genital ao lado da vagina. Por outro lado, ela está muito próxima da região anal, área contaminada até mesmo em pessoas com boa higiene, fato este que facilita o aparecimento de infecções ginecológicas e que a partir daí podem contaminar o aparelho urinário.

A infecção acontece mais frequentemente em certas épocas do ano: verdade
No inverno as chances de contrair a infecção aumentam. Em épocas mais frias, as pessoas costumam ingerir menos líquidos e sentem menos necessidade de ir ao banheiro. O ato de urinar auxilia na limpeza do canal da uretra e, quando isso não acontece, há um aumento da possibilidade de reter bactérias no local. Já no verão, período normalmente de férias, é natural que as mulheres mudem seus hábitos diários, como alimentação e atividades do cotidiano, causando uma oscilação no funcionamento do organismo. Este fato aumenta o risco de contrair a infecção urinária.

Um dos sintomas da infecção urinária é a urina ficar rosada: verdade
Entre os sintomas da infecção do trato urinário estão: necessidade frequente de urinar acompanhada de dor, modificação na cor da urina, que passa a ser turva ou rosada (pela presença de sangue), alteração no cheiro, que se intensifica, além de febres e dores na região lombar, dependendo da gravidade do caso.

Ardor e dor para urinar são sempre sintomas de infecção urinária: mito
A queixa pode também estar relacionada a infecções ginecológicas, traumatismo local e alergias.

A única maneira de prevenir a infecção é adquirir o costume de ingerir muita água: mito
Cuidados simples podem ser tomados para evitar o problema. Beber muita água é fundamental, assim como urinar logo após a relação sexual e tomar cuidado durante uma atividade sexual para evitar a contaminação da área genital. Não segurar a vontade de ir ao banheiro também é importante. No longo prazo, essa prática pode enfraquecer a bexiga, que passa a não conseguir eliminar totalmente a urina e essa sobra é prejudicial.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga @bemestarzh no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros