Segundo encontro08/05/2012 | 12h12

Manuela se reúne com parlamentares do PP em busca de aliança

Progressistas devem anunciar na próxima semana qual candidato apoiarão

Enviar para um amigo
Manuela se reúne com parlamentares do PP em busca de aliança Joice Bottega/Bancada PP,Divulgação
Pré-candidata falou por cerca de 40 minutos e dois deputados se manifestaram favoráveis à aliança Foto: Joice Bottega / Bancada PP,Divulgação

Na semana em que busca transformar o PP em seu aliado na campanha municipal, a pré-candidata Manuela D'Ávila (PC do B) participou de um café da manhã com a bancada estadual da sigla. Ontem, esteve reunida com a executiva municipal do PP.

Durante o encontro na manhã de hoje, que ocorreu na Sala Castelo Branco do Palácio Farroupilha, a comunista falou por cerca de 40 minutos. Dentre os argumentos usados para convencer os parlamentares, discorreu sobre a relação entre os dois partidos e lembrou que nas eleições de 2008 e 2010 tentou fazer aliança com o PP.

— Desde então, tento construir com os progressistas uma unidade pela cidade — reforçou.

Dentre os deputados presentes, Silvana Covatti e Mano Changes abriram seu apoio à pré-candidata, seguindo a tendência apresentada pela senadora Ana Amélia Lemos.

Estiveram presentes na reunião o presidente municipal do PC do B, Adalberto Frasson, o deputado estadual Raul Carrion (PC do B), o presidente municipal do PP, Kevin Krieger e o chefe de gabinete da senadora Ana Amélia Lemos, Marco Aurélio Ferreira.

Conforme a assessoria de imprensa da bancada do PP, na próxima terça-feira os parlamentares têm encontro marcado com a executiva do PP da Capital para depois anunciar uma posição oficial.

— Pode ser pelo Fortunati, pela Manuela ou deixar os deputados livres para trabalhar por uma das candidaturas — explicou o deputado João Fischer, líder da bancada do PP.

Leia mais no Blog Esquina Democrática

Comentar esta matéria Comentários (5)

Vinícius

Embora respeite, não concordo com essa visão preconceituosa acerca de coligações entre diferentes. O PCdoB não é o PSOL, sabe que não é possível governar sozinho, visto que a própria sociedade não é toda comunista. E o PP, apesar de alguns dinossauros , não é a ARENA, tanto que é da base da Dilma.

09/05/2012 | 08h04 Denunciar

Paulo

Reparem no nome da sala em que foi realizada a reunião. Como pode alguém que se diz comunista buscar aliança de um partido de extrema direita numa sala que leva o nome de um ditador assassino? O mundo está mesmo perdido... "Votar é abdicar" (Élisée Reclus).

08/05/2012 | 19h51 Denunciar

Paulo

Será que o PP vai querer se destruir mais ainda se descaracterizando totalmente? Esta turma não tem vergonha na cara ao pedir voto para o eleitor prometendo uma coisa e depois traindo o mesmo? De trair Fogaça que há pouco trocavam cargos?

08/05/2012 | 17h44 Denunciar

João Inácio Ribeiro

Eu e centenas de milhares de eleitores votamos nela para os deputada federal. São 4 anos! Isso é um desrespeito com o cidadão que acreditava nela. Não foi Porto Alegre que a elegeu, foi o Rio Grande do Sul. Mas politico é assim...ve o que é bom para ele e seu partido.

08/05/2012 | 17h35 Denunciar

Gilmar

Isso é um absurdo, podemos conversar com comunistas no parlamento, porem querer misturar duas doutrinas antagônicas é abusar do eleitor e impor uma vaidade pessoal contra a racionalidade. É tiro no pé e não mão de quem vai depositar o voto em outubro.O partido vai manco e desacreditado, sou contra.

08/05/2012 | 15h14 Denunciar

clicRBS
Nova busca - outros