Versão mobile

Uruguaiana21/07/2012 | 12h05

Mais chineses presos na fronteira

É a terceira interceptação de migrantes ilegais feita pela PF em uma semana

Enviar para um amigo
Mais chineses presos na fronteira Polícia Federal/Divulgação
Na quinta-feira outros presos não portavam visto de entrada no Brasil nos passaportes, que registravam passagem por Dubai, nos Emirados Árabes Unidos Foto: Polícia Federal / Divulgação

A Polícia Federal realizou na manhã de sábado a terceira onda de prisões de estrangeiros que ingressaram ilegalmente no Rio Grande do Sul, em uma semana. Desta vez foi preso um coiote (traficante de seres humanos) de origem chinesa, mas radicado em São Paulo. Ele estava hospedado no Hotel Paineiras, no centro de Uruguaiana, em companhia de quatro mulheres chinesas na faixa etária dos 18 aos 25 anos.

Bem arrumadas, maquiadas e com malas cheias de lingeries, as chinesas portavam passaportes, carteiras de identidade e carteiras de motoristas brasileiras falsificadas, conforme os policiais. Os agentes acreditam que a intenção do coiote era enviar as mulheres para áreas de prostituição na Argentina.

As mulheres terão três dias para deixar o país, já que seu ingresso no Brasil foi ilegal. O traficante de seres humanos foi preso em flagrante e trancafiado na Penitenciária Modulada de Uruguaiana.

Nesta mesma semana a PF prendeu em Uruguaiana um outro grupo, de oito chineses, com vistos irregulares de ingresso no Brasil e também, numa terceira ação, africanos que tentavam ir a Rio Grande atrás de emprego no pólo naval.

 

Saiba como os "coiotes" atuam na fronteira do Brasil com a Argentina.

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraAcidente na BR-116 deixa um morto na madrugada desta sexta-feira. http://t.co/SQyovEH8Tuhá 1 horaRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraObama lamenta a morte do escritor Gabriel García Márquez: http://t.co/XhYaDM6g9jhá 2 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros