Versão mobile

Crime na Serra10/12/2011 | 18h26Atualizada em 11/12/2011 | 15h26

Empresário é morto enquanto trabalhava em Caxias do Sul

Roberto Boff estava sozinho na empresa quando foi abordado por três homens

Enviar para um amigo
Empresário é morto enquanto trabalhava em Caxias do Sul Daniela Xu/Agencia RBS
Crime ocorreu dentro de empresa no bairro Bela Vista Foto: Daniela Xu / Agencia RBS

Um homem morreu após ser atingido por um tiro no peito por volta das 16h20min da tarde desse sábado, no bairro Bela Vista, em Caxias do Sul.

Roberto Baltazar Boff, 32 anos, trabalhava sozinho na Strong Machines, empresa de equipamentos de movimentação de cargas, quando foi surpreendido por três homens armados, que anunciaram o assalto e dispararam.

O funcionário de Boff, Sidnei Borges da Silva, conta que havia ligado para ele às 15h48min. Minutos depois, ele chegou na empresa para encontrar Boff, que já estaria se preparando para ir embora. Ele encontrou o homem já morto no chão.

— Cheguei e vi meu colega executado — conta Silva.

Segundo vizinhos, os autores do disparo fugiram em alta velocidade na caminhonete da vítima. O carro foi encontrado pelos policiais, a três quilômetros de distância, em São Virgílio da 6ª Légua. Os bandidos utilizaram o extintor de incêndio para tentar apagar as impressões digitais.

Dois jovens das redondezas relatam que viram um homem saindo da caminhonete e embarcando em um Tempra preto, com mais dois homens, que vinha logo atrás. A polícia está realizando buscas pelo Tempra.

Boff era casado, mas não tinha filhos. Segundo a mãe, Gema Justina Boff, ele passava grande parte do tempo na empresa. Este é o segundo latrocínio da semana em Caxias do Sul.

Comentar esta matéria Comentários (4)

Daniel

A impunidade corre solta nesse país: A polícia prende; a justiça solta. Depois a população se arma e faz justiça com as próprias mãos e alguns ainda ficam se perguntando o porquê...

11/12/2011 | 11h51 Denunciar

Vitor Hugo

Como ser humano,compartilho da dor irreparável de seus familiares. Como cidadão, temos que dar um basta a esse tipo de ultraje, pois o que acabo de ler é a síntese da barbárie - um trabalhador assassinado em seu local de trabalho. O que teremos que fazer para que mais vidas não sejam ceifadas assim?

11/12/2011 | 01h36 Denunciar

André

Enquanto toda a força policial da cidade esta voltada para fazer blitz e colocar bafometro nos cidadões de bem, os verdadeiros marginais que não bebem, já mataram 2 empresários essa semana, mas tudo bem, mais de 14 pessoas que foram pressas pela policia por ter bebido e dirigido. PARABENS.

10/12/2011 | 23h05 Denunciar

Andre

Não se passa um dia sem que ocorram assasinatos em Caxias, o que estão fazendo as autoridades??? A Policia Civil tem em torno de 800 concursados aguardando a convocação, o governo quer chamar apenas 500, o que o governo enxerga na segurança que nós não enxergamos???

10/12/2011 | 22h46 Denunciar

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • rosaneoliveira

    rosaneoliveira

    Rosane de OliveiraRede de omissões na tragédia de Três Passos é o título de abertura da minha coluna hoje em ZH: http://t.co/U8LfsvdhSmhá 53 segundosRetweet
  • transitozh

    transitozh

    Trânsito Zero HoraRT @mefortuna: Colisão traseira entre dois veículos no km 140 da BR-290. Dois motoristas se agrediram, um deles embriagado #GauchaTransitohá 6 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros