Versão mobile

Obituário

Eloy Bernst Justo
Eloy Bernst Justo

Juíza federal aposentada, Eloy Bernst Justo morreu na noite de segunda-feira, aos 63 anos, em Porto Alegre.

Natural de Torres, no Litoral Norte, era formada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com especialização em Orientação Educacional e Administração de Sistemas Educacionais. Eloy trabalhou no Colégio Júlio de Castilhos e lecionou no Colégio de Aplicação, na UFRGS e na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). De 1974 a 1990, foi assessora técnica da Secretaria de Educação e Cultura do Estado.

Já com dois filhos, Eloy cursou a faculdade de Direito na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), graduando-se com láurea acadêmica em 1990. Foi servidora do Tribunal Regional Federal da 4ª Região entre 1990 e 1993, quando tomou posse como procuradora da República em Santo Ângelo. No mesmo ano, assumiu o cargo de juíza federal, sendo titular da 3ª Vara Criminal de Porto Alegre (antiga 15ª Vara Federal) durante 18 anos. Foi convocada para compor o TRF 4ª Região em diferentes oportunidades e participou da primeira composição da Turma Recursal dos Juizados Especiais Federais do Rio Grande do Sul, em 2002. Aposentou-se em janeiro.

A família a define como uma mulher íntegra, justa e bondosa. Destaca o grande valor que ela dava à família e às amizades. Eloy deixa os filhos Clarissa e Daniel, os netos Alice e João Vitor, os pais Antônio e Maria, genro, nora, irmãos, cunhados e sobrinhos.

Data de publicação: 31/03/2012Comunicar um amigo | Enviar condolências

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraGrêmio reverteu desvantagem no segundo jogo quatro vezes na história da Libertadores. http://t.co/j52uiLkynShá 2 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraO que acha melhor: comprar um imóvel financiado ou pagar aluguel até juntar dinheiro para uma entrada maior? Opine: http://t.co/N9sKmxMe0zhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros