Versão mobile

Incêndio no Centro21/02/2014 | 11h50

Perícia em edifício que pegou fogo só deve ocorrer na tarde desta sexta-feira em Caxias do Sul

Moradores não podem entrar no prédio

Enviar para um amigo
Perícia em edifício que pegou fogo só deve ocorrer na tarde desta sexta-feira em Caxias do Sul 1/Agencia RBS
Chamas atingiram lojas no térreo Foto: 1 / Agencia RBS

Os moradores do Edifício Real, no Centro de Caxias do Sul, vivem um drama. Eles aguardam a chegada de peritos que investigarão as causas do incêndio que atingiu lojas no térreo e subsolo do prédio. Enquanto isso, muitos não têm para onde ir.

O local foi interditado na tarde de quinta-feira pelo Corpo de Bombeiros. Somente após a perícia, marcada para a tarde desta sexta-feira, é que um engenheiro avaliará as condições estruturais do imóvel para liberar ou não a volta das famílias.



>> Blog Memória: Real Hotel, um clássico do Centro

O edifício fica na esquina das ruas Pinheiro Machado e Marquês do Herval. Quatro caminhões de bombeiros e um caminhão-pipa do Samae trabalharam para conter as chamas na manhã de quinta-feira. Não houve feridos.

A entrada de pessoas foi proibida para evitar possíveis acidentes. Policiais Militares estão de prontidão 24 horas em frente ao condomínio. Muita gente recorreu a familiares ou amigos para passar a noite. Imobiliárias também levaram alguns locatários para outras moradias. Mas há moradores sem amparo.

A segurança Teresinha de Fátima Benthas, 50, passou a noite trabalhando como segurança nas arquibancadas montadas para o desfile da Festa da Uva, na Rua Sinimbu. Ela ainda não dormiu e aguarda a posição da imobiliária.

— Eles disseram que vão tentar achar outro lugar para mim, mas tá difícil porque o aluguel pode aumentar. Estou sem rumo e não tenho onde ficar — desabafou Teresinha.

O subsíndico do Real, Nelir Schiochet, recebeu informação dos bombeiros de que os peritos de Porto Alegre chegam em Caxias do Sul por volta das 16h.

— São profissionais especializados em incêndio. Somente após essa perícia é de que o engenheiro terá autorização para entrar e emitir um laudo — disse Nelir.

Os moradores devem se reunir às 20h desta sexta-feira para encontrar moradias temporárias. Uma das alternativas é um hotel na área central.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesTécnico do San Lorenzo prevê que Grêmio ira jogar para se defender http://t.co/FU8nta1MyYhá 28 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraFilosofia dos g0ys divide opiniões entre ativistas do movimento LGBT http://t.co/CfyNtQpJo8há 42 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros