Versão mobile

Disputados21/02/2014 | 14h36

Brasil, EUA e Colômbia lideram a venda de ingressos para Copa do Mundo

Fifa divulgou que 160 mil entradas ainda serão disponibilizadas para compra em março

Enviar para um amigo

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o presidente da CBF, José Marin, e o membro do Comitê Organizador Local, Ronaldo Nazário, estão hospedados no mesmo hotel, mas apenas o ex-jogador chegou atrasado para a reunião desta manhã. Após o encontro, todos participaram de uma coletiva, que repetiu o atraso de 30 min. Entre os assuntos apresentados esteve o andamento das vendas do ingresso para a Copa do Mundo.

Sem especificar a venda por cidades-sede, a Fifa divulgou que 2,3 milhões de ingressos estão destinados aos torcedores para sorteio. Destes 473.076 ingressos são da segunda fase, dos quais 60% foram destinado a brasileiros. Ao todo, quase 10 milhões de ingressos foram solicitados por torcedores de 228 países e territórios, em ambas as fases de vendas.

Mas retirando as cotas de seleções e patrocinadores o ingressos para público em geral ficam em 1,5 milhão já destinados. Desse total, 57% a brasileiros e 43% a habitantes de outros países. Os ingressos restantes - aproximadamente 160 mil - estarão disponíveis ao público no próximo período da segunda fase de vendas, que será por ordem de pedido e começará no dia 12 de março às 12h - horário de Brasília.

Alguns jogos já estão com os bilhetes esgotados. É o casa da abertura e final e Inglaterra x Itália e EUA x Portugal (ambas em Manaus). Os encontros das oitavas de final em Porto Alegre e São Paulo também estão todos vendidos. A semifinal em Belo Horizonte, que o Brasil deve encarar caso se classifique em primeiro e avance na competição, também está esgotada.

Venda por países

A Fifa também divulgou um ranking de vendas por países, que aponta, além do Brasil em primeiro, para um grande procura dos Estados Unidos e Colômbia. Para o Sul do país destaca-se a procura de argentinos, 5º colocados, e franceses, 8º. Os repectivos países jogam em Porto Alegre e podem passar por Florianópolis durante o Mundial.

Os dez primeiros são: Brasil (906.433 ingressos destinados até agora), seguido dos EUA (com 125.465 ingressos) e a Colômbia (60.231 ingressos). Alemanha (55.666), Argentina (53.809), Inglaterra (51.222), Austrália (40.446), França (34.971), Chile (32.189) e México (30.238)

Fan Fest

Como alternativa para quem não puder ou não quiser assistir as partidas dentro dos estádios, a Fifa promove nas cidades-sede, e talvez em Florianópolis também, as Fan Fests. O espaço para reunir torcedores e acompanhar as partidas nos telões foram defendidos pela Fifa e por Ronaldo.

— Tenho memórias incríveis de quando assisti a Copa do Mundo e lembro que população merece se reunir para festejar e torcer — disse o ex-jogador.

Mas a proposta recebe críticas da Prefeitura de Recife, que anunciou que não vai mais promover a Fan Fest. A justificativa para a desistência foi o alto custo previsto para a instalação das estruturas necessárias. Ao todo, o investimento previsto seria de R$ 20 milhões, integralmente custeados pelos cofres públicos.

— Não consigo imaginar como uma cidade como Recife não poderá receber uma Fan Fest. Se o Brasil for à final, não imagino como será a situação DE Recife sendo a única cidade sede a não ter esse espaço. Vamos trabalhar para ter Recife de novo ao nosso lado — disse Tierry Weill, diretor de marketing da Fifa.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @clubedabolinha: FOTOS: Larissa Riquelme faz ensaio sensual visando a Copa http://t.co/BSP9JRp9Tghá 7 minutosRetweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesSão Paulo e Fluminense lutam para eliminar o jogo de volta na Copa do Brasil --> http://t.co/fm5njByq79há 20 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros