Versão mobile

Bossa gaúcha tipo exportação12/12/2013 | 07h03

Edifício em construção na Capital ganha prêmio internacional de arranha-céu do Brasil

Prédio de 14 andares no bairro Petrópolis que será concluído em 2016 é do escritório Stemmer Rodrigues

Enviar para um amigo
Edifício em construção na Capital ganha prêmio internacional de arranha-céu do Brasil Reprodução/Reprodução
A transparência da fachada é uma das características do projeto premiado na Inglaterra. Isso permite uma noção de continuidade da frente ao fundo do terreno Foto: Reprodução / Reprodução
Estufo o peito para todos os feitos da nossa arquitetura, assim como para os avanços do design. Pois entre os ganhadores do International Property Awards, premiação de nacionalidade inglesa, o escritório porto-alegrense – agora reconhecido no mercado global – Stemmer Rodrigues é o vencedor da distinção na categoria High Rise Architecture Brazil, com o projeto do Edifício Bossa na premiação distribuída em Londres na sexta-feira da semana passada.


No térreo, um longe oferece recursos de conforto e o bônus da contemplação da rua arborizada

O arranha-céu de 14 andares que está começando a ser erguido no bairro Petrópolis e será concluído em 2016 concorreu com obras de escritórios reconhecidos no país, como o de Isay Weinfeld, no concurso dividido em categorias e países. Há outros projetos de brasileiros e outro gaúcho destacados pela premiação. Outro dia conto mais a respeito.

Claro que tem comemoração entre os amigos, a co-incorporadora Bmarket e os profissionais que assinam a criação do projeto do Bossa (já registrado em novíssimo livro com páginas de gramatura especial), programada justamente para a quarta-feira passada. São eles: Paulo Henrique Rodrigues, Ingrid Stemmer, Roberto Stemmer e Luciana Medeiros.

 

– Para nós, é muito importante porque consiste em um reconhecimento do trabalho de anos sendo fiéis ao que acreditamos da arquitetura autoral para o mercado imobiliário – diz o arquiteto Paulo Henrique, ao se referir à "pegada" modernista nas invenções do escritório. A reinterpretação do modernismo brasileiro, momento em que a arquitetura nacional se salientou no mundo, sempre é reverenciado pelas criações desse time.

Na Mostra Casa&Cia recém-encerrada em Porto Alegre, materializada por uma seleção de primeira, a arquiteta Ingrid Stemmer participou com o projeto de uma Sala de Leitura que merecia uma visita guiada, para desfrutar de tantas referências ao design. O projeto de interiores também era coerente com o estilo arquitetônico defendido pelo escritório.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraPassageiro é preso após suspeita de sequestro a voo da Virgin Australia: http://t.co/oI715MdXyPhá 29 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraFOTOS: carros ficam destruídos em dois acidentes na zona norte de Porto Alegre: http://t.co/4pnbBA8WMjhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros