Versão mobile

Investigação 14/12/2013 | 05h02

Delegado pretende concluir inquérito sobre briga na Arena Joinville em 30 dias

Cerca de 20 policiais da DIC estão envolvidos no trabalho que tem seguido madrugada adentro

Enviar para um amigo
Delegado pretende concluir inquérito sobre briga na Arena Joinville em 30 dias Diorgenes Pandini/Agencia RBS
Segundo Paulo Reis, a polícia está cruzando as informações e imagens para identificar os envolvidos Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Para identificar os torcedores de Vasco e Atlético Paranaense envolvidos na briga generalizada na Arena Joinville, a Polícia Civil conta com várias frentes de trabalho a fim de tentar agilizar a investigação. O delegado Paulo Reis pretende concluir o inquérito em 30 dias. Porém, ele pode pedir a prorrogação do prazo caso entenda necessário.

Cerca de 20 policiais da Divisão de Investigação Criminal estão envolvidos no trabalho que tem seguido madrugada adentro. Agentes da Central de Polícia, onde são lavrados os flagrantes, e peritos do Instituto-geral de Perícia também participam dos trabalhos. Policiais do Rio de Janeiro e do Paraná têm ajudado a coletar informações dos torcedores de cada estado.

—São muitas informações que chegam, então, é preciso parar e analisar. Nós estamos cruzando todas essas informações e imagens e, assim, identificando os envolvidos—, destacou Paulo Reis.

No Paraná, quem colabora com a investigação é o delegado Clovis Galvão que já identificou 22 torcedores do Atlético. Ele encaminhou os dados e vídeos à DIC de Joinville ontem à tarde. No Rio, essa responsabilidade ficou a cargo do delegado Alexandre Braga, que também já repassou o cadastro da torcida organizada do Vasco.

Uma sala de inteligência foi criada dentro da DIC para concentrar o banco de informações que chegam por e-mail e pelo site criado por uma ONG do Paraná. O site disponibiliza várias imagens do jogo para identificação.

O internauta pode clicar no rosto do suspeito e redigir os dados sobre ele. as informações são sigilosas e repassadas à polícia. As imagens da imprensa e de empresas privadas contratadas para filmar o jogo também estão sendo utilizadas pela equipe.

—- A imagem na televisão é muito rápida, então temos que reeditá-la. Precisamos provar que aquela pessoa que aparece é quem estamos identificando, é um quebra-cabeça, precisamos nos ater aos detalhes—, relatou um dos policiais do Serviço de Inteligência.

Até a última sexta-feira, a polícia havia identificado 40 torcedores e qualificado aproximadamente 25. Isso quer dizer que os 25 já tem ficha com nome completo, idade e cidade onde mora. Os demais são conhecidos apenas por apelido. Os 22 identificados no Paraná podem coincidir com os nomes identificados pela DIC ou acrescentar. 

Os suspeitos serão responsabilizados individualmente. Com base no que já foi analisado, eles podem responder por tentativa de homicídio, associação criminosa, dano ao patrimônio público ou crimes do Estatuto do Torcedor, como a incitação de violência dentro de estádio de futebol.

A conclusão do inquérito depende ainda de ouvir os envolvidos para que eles também possam identificar mais pessoas que participaram da briga. O delegado Paulo Reis acredita que esta seja uma das maiores investigações de torcida no País pelo número de pessoas envolvidas.

Notícias Relacionadas

Barbárie no domingo 13/12/2013 | 16h17

Justiça comum não aceita pedido de interdição da Arena Joinville

Como foi apresentada antes do jogo, a ação não teve nenhuma ligação com o episódio do jogo entre Atlético-PR e Vasco

Barbárie no domingo 13/12/2013 | 14h43

AO VIVO: acompanhe o julgamento da briga entre torcedores na Arena Joinville

Procurador Paulo Schmidt incluiu o estádio na pauta, que pode tirar mandos de campo de Vasco e Atlético-PR

Investigação 12/12/2013 | 17h16

Sobe para 40 o número de identificados na pancadaria da Arena Joinville

E-mail criado pela polícia já recebeu mais de 100 denúncias

Briga na Arena 08/12/2013 | 21h30

Três torcedores do Vasco são encaminhados ao presídio de Joinville

Eles foram detidos na noite deste domingo. Um deles estava escondido em banheiro de ônibus que partia da cidade

Briga das torcidas 08/12/2013 | 20h39

Comando da PM analisa documentos enviados pelo Ministério Público após briga de torcedores na Arena Joinville

Instituições não se entendem sobre ausência da PM no estádio

Violência 08/12/2013 | 20h21

Briga generalizada na Arena Joinville repercute em jornais internacionais

Cenas do confronto entre torcedores do Vasco e Atlético PR são destaque em sites do Brasil e do mundo. Internautas usaram as redes sociais para manifestar indignação

Campeonato Brasileiro 08/12/2013 | 20h20

Atlético-PR garante vaga na Libertadores e Vasco amarga rebaixamento

Partida marcada por briga termina em 5 a 1 para o time paranaense

Confusão na Arena 08/12/2013 | 19h39

Ministério Público nega que tenha determinado ausência da PM na Arena Joinville

Ação da Promotoria da Defesa do Consumidor enumera problemas de falta de segurança

Violência 08/12/2013 | 17h36

Confusão na Arena Joinville acaba com quatro feridos

Assessoria do hospital diz que nenhum dos feridos corre risco de morrer. Um deles já foi liberado

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraPassageiro é preso após suspeita de sequestro a voo da Virgin Australia: http://t.co/oI715MdXyPhá 29 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraFOTOS: carros ficam destruídos em dois acidentes na zona norte de Porto Alegre: http://t.co/4pnbBA8WMjhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros