Versão mobile

Empurra-empurra10/12/2013 | 07h29

Autoridades fogem da culpa da polêmica confusão de domingo na Arena Joinville

Polícia Militar e Ministério Público têm discursos diferentes sobre a presença policial nos estádios

Enviar para um amigo
Autoridades fogem da culpa da polêmica confusão de domingo na Arena Joinville CARLOS MORAES/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO/Agência O Dia
Foto: CARLOS MORAES/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO / Agência O Dia

A 182 dias da Copa, o mundo assistiu a cenas de barbárie na Arena Joinville. A briga que interrompeu a partida entre Atlético-PR e Vasco iniciou o jogo de empurra entre a Polícia Militar e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Dali em diante houve divergências, até que às 19h de ontem PM e MPSC divulgaram nota conjunta responsabilizando o clube paranaense, organizador do jogo.

Em partida com alto potencial para confusões (paraenses cumprindo punição por problemas com torcedores e possível revolta da torcida vascaína pelo rebaixamento), a decisão da PM foi, segundo nota divulgada no domingo, antecipar uma recomendação do MPSC prevista para 2014 de que não deveria fazer mais a segurança interna de estádios, serviço que deveria ser privado.

Mesmo não sendo uma decisão judicial, a recomendação teve peso de lei para a polícia. O comandante-geral Nazareno Marcineiro acrescentou que o comando local se "absteve" de atuar no que o MPSC considerou ilegal: a PM fazer barreiras entre torcidas.

Marcineiro destacou a possível responsabilização criminal e civil por parte da PM caso a corporação não seguisse o que sugeria o MPSC. Em nota, no domingo, o MPSC disse que em momento algum recomendou que a corporação não fizesse a segurança interna.

Na segunda-feira de manhã, o autor da ação, promotor Francisco de Paula Neto, negou que a proposta impedisse a PM de entrar na Arena. Às 18h52min de segunda, PM e MPSC divulgaram nota em conjunto na qual a polícia de Joinville optou por "aplicar previamente" a recomendação do MPSC.

Recomendação esta que teve origem também em relatórios da própria polícia ao MP sobre insegurança nos estádios. As instituições apontam que o responsável pela "formação ou vigilância de barreiras entre as torcidas" era o Atlético-PR.

O clube paranaense se limitou a dizer que se manifestaria apenas pela nota divulgada no dia do jogo, em que lamentou os "acontecimentos bárbaros" e que tomaria providências para identificar envolvidos. A empresa contratada pelo clube, a Mazari, de Joinville, não atendeu a reportagem.

Notícias Relacionadas

Contribuição 09/12/2013 | 15h21

Polícia pede ajuda da população para reconhecer envolvidos na pancadaria na Arena Joinville

Segundo o delegado Dirceu Silveira Junior, além dos três presos, outros torcedores que participaram já foram identificados

Imagem arranhada 09/12/2013 | 13h36

Prefeito afirma que pancadaria na Arena prejudica negociação pela vinda da Rússia para treinar em Joinville durante a Copa

Udo também lamentou que a Polícia Militar não estava dentro da arena fazendo a segurança do jogo

Pancadaria  09/12/2013 | 12h18

Após briga, Felej avalia se vai continuar alugando a Arena Joinville

Apesar da barbárie, prejuízos a estrutura física seriam poucos

Briga na Arena 09/12/2013 | 11h55

Torcida organizada do Atlético-PR já alertava para possíveis confrontos em Joinville

Em site, grupo não vendia passagens da excursão para mulheres e crianças

Briga na Arena 09/12/2013 | 09h05

Provocações entre torcedores de Vasco e Atlético-PR começaram antes do jogo nas ruas de Joinville

Repórter conta que clima de tensão foi sentido durante toda a tarde de domingo

Violência 09/12/2013 | 08h39

Três feridos em confusão na Arena Joinville seguem internados

Torcedores estão em observação, conscientes e não correm risco de morte

Briga na Arena 09/12/2013 | 08h23

Atlético Paranaense divulga nota sobre briga na Arena Joinville

Em nota oficial, clube lamenta acontecimentos e afirma que diretoria tomará providências

Briga na Arena 08/12/2013 | 21h30

Três torcedores do Vasco são encaminhados ao presídio de Joinville

Eles foram detidos na noite deste domingo. Um deles estava escondido em banheiro de ônibus que partia da cidade

Briga das torcidas 08/12/2013 | 20h39

Comando da PM analisa documentos enviados pelo Ministério Público após briga de torcedores na Arena Joinville

Instituições não se entendem sobre ausência da PM no estádio

Violência 08/12/2013 | 20h21

Briga generalizada na Arena Joinville repercute em jornais internacionais

Cenas do confronto entre torcedores do Vasco e Atlético PR são destaque em sites do Brasil e do mundo. Internautas usaram as redes sociais para manifestar indignação

Campeonato Brasileiro 08/12/2013 | 20h20

Atlético-PR garante vaga na Libertadores e Vasco amarga rebaixamento

Partida marcada por briga termina em 5 a 1 para o time paranaense

Confusão na Arena 08/12/2013 | 19h39

Ministério Público nega que tenha determinado ausência da PM na Arena Joinville

Ação da Promotoria da Defesa do Consumidor enumera problemas de falta de segurança

Violência 08/12/2013 | 17h36

Confusão na Arena Joinville acaba com quatro feridos

Assessoria do hospital diz que nenhum dos feridos corre risco de morrer. Um deles já foi liberado

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @zh_gremio: Cotação ZH: Geromel, Edinho e Dudu são os destaques do Grêmio contra o San Lorenzo ---> http://t.co/3R8hHGaTgWhá 14 minutosRetweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @zh_gremio: Wianey Carlet: Grêmio vai se classificar jogando na Arena ---> http://t.co/LI0YRbDKOJhá 29 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros