Versão mobile

Manifestação15/08/2013 | 18h33

Estudantes e professores protestam por melhorias na educação em Porto Alegre

Com gritos de guerra, manifestantes demonstraram insatisfação com o Ensino Médio Politécnico, com o piso salarial dos professores e com o valor das passagens de ônibus

Enviar para um amigo
Estudantes e professores protestam por melhorias na educação em Porto Alegre Félix Zucco/Agencia RBS
Estudantes seguravam cartazes com pedidos aos governantes Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Manifestantes fizeram um protesto na tarde desta quinta-feira pedindo melhorias na educação. O grupo, integrado pelo Cpers/Sindicato, pelo Bloco de Lutas, por professores e alunos de escolas estaduais, se reuniu em frente ao Colégio Protásio Alves, na Avenida Ipiranga.

Com gritos de guerra, eles demonstraram insatisfação com o Politécnico — medida da nova reforma do Ensino Médio que agrega seminários às aulas —, com o piso salarial dos professores e com o valor das passagens de ônibus.

— Estamos tendo aula sobre Copa do Mundo em vez de matérias importantes. Não sei como vou conseguir fazer o Enem nessas condições — lamentou a aluna do 1º ano, Tamires Garcia, de 16 anos.

Pela manhã, manifestantes tentaram, sem sucesso, ser recebidos pela chefia do governo estadual. Para a professora de história Kátia Martini, a realidade das escolas estaduais é "cruel".

— A gente vislumbra esse protesto porque agora os alunos nos acompanham. Não tivemos nenhum treinamento para dar aulas de seminário, pois dou aula de história. Mas o pior é ver a estrutura onde eles estudam. Essas reivindicações vão ser ingredientes para as melhorias — acredita Kátia.

O chamado Dia de Luta, que decorreu de forma pacífica, terminou com uma salva de palmas e com a promessa de que, se nenhuma atitude for tomada, estudantes e professores irão às ruas novamente.

Em marcha pela cidade desde a manhã, o grupo passou pelo Palácio Piratini e pela Prefeitura.

Os manifestantes seguiram o trajeto passado à Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), passando da Avenida João Pessoa até a Salgado Filho e, pela Avenida Borges de Medeiros, seguindo para a Rua Jerônimo Coelho, alcançando o Palácio Piratini.

A EPTC e a Brigada Militar orientaram os motoristas que passaram pelos locais. O trânsito foi bloqueado por cerca de uma hora, alternando entre os dois lados da Avenida Ipiranga.


Siga os perfis de ZH no Twitter

  • transitozh

    transitozh

    Trânsito Zero HoraRT @Trensurb Trens circulando normalmente nesta quinta-feira.há 31 minutosRetweet
  • transitozh

    transitozh

    Trânsito Zero HoraRT @_PauloRocha 7h05 #RS040 Trânsito na parada 36. São cerca de 20 min até chegar à Lomba do Sabāo #gauchatransito http://t.co/Yw55piX2qghá 46 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros