Versão mobile

Incentivo à indústria automobilística21/05/2012 | 18h54

Governo anuncia redução do imposto de carros e facilitação do crédito

Medidas foram divulgadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, no início da noite

Enviar para um amigo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou no início da noite desta segunda-feira uma série de medidas para incentivar a indústria automobilística. O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre automóveis e utilitários vai ser reduzido, assim como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para crédito a pessoas físicas.

No caso do IPI, a alíquota cai de 7% para zero para carros de até 1.000 cilindradas. Para automóveis com motorização entre 1.000 e 2.000 cilindradas, o imposto cai de 11% para 6,5%. No caso dos utilitários, a redução é de 4% para 1%.

Essas alíquotas valem para os automóveis bicombustível, fabricados no Brasil e no Mercosul, incluídos no Regime Automotivo. A redução das alíquotas vai valer até o fim de agosto.

Até lá, a renúncia fiscal provocada pela redução do IPI deve ultrapassar R$ 1 bilhão, segundo estimativa do governo. Mantega também anunciou a queda do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) do crédito para pessoa física de 2,5% para 1,5%. A redução não tem prazo para acabar.

Mantega estima que o governo deixará de arrecadar R$ 900 milhões nos próximos três meses com a medida. O ministro informou que a indústria automobilística também vai oferecer uma contrapartida.

As montadoras se comprometeram a dar descontos de 2,5% sobre os preços de tabela dos carros populares, com até 1.000 cilindradas. Para automóveis entre 1.000 e 2.000 cilindradas, o desconto será 1,5%. Os utilitários, por sua vez, serão vendidos com desconto de 1%.

As indústrias também assumiram o compromisso de não demitir empregados. Mais medidas de estímulo à economia estão sendo anunciadas pelo ministro Mantega, em entrevista coletiva que acontece, neste momento, no Ministério da Fazenda.

Comentar esta matéria Comentários (10)

Lucas

Enquanto a população não se mobilizar, nada disso mudará.

22/05/2012 | 12h29 Denunciar

Valmor

Quem quer ver, sabe que isso é uma manobra desse governo de manter o consumo em alta e consequentemente a industria, mesmo às custas do endividamento do povo, que infelizmente ao invés de tentar sair dela negociando com taxas menores, faz dívidas ainda maiores. Coitados dos ceguinhos...

22/05/2012 | 12h11 Denunciar

gennaro

ou seja, pagaremos 50% de impostos a menos e as montadoras repassarão 1% pro consumidor? 450 reais de desconto num carro de 45 mil? por favor...

22/05/2012 | 11h24 Denunciar

Patrick

Isso... vamos incentivar o aumento da frota de veículos, afinal temos ruas e avenidas bem adaptadas para receber mais esse monte de carros.

22/05/2012 | 10h34 Denunciar

carlos

O Brasil é o paraíso dos bancos e montadoras de veículos ou porque a razão dos bancos estrangeiros terem comprado quase todos os privados daqui, e as fabricantes de carros estrangeiros estatem vindo para cá....porque é onde MAIS FATURAM!!!

22/05/2012 | 09h32 Denunciar

cristian

O governo deveria empenhar seu precioso tempo atrás de soluções a respeito da saúde e da educação do país.E não em anunciar redução de impostos para carros. Malditos carros e condutores,que entopem as vias,causam acidentes e poluem o meio ambiente.É um bando de patetas governando e outro consumindo.

22/05/2012 | 09h27 Denunciar

TiagoBoides

Alguem tem que pagar o preço para os paises de 1º mundo manter os super carros e manter o alto padrão de vida de nossos lideres... viva a globalização!

22/05/2012 | 06h51 Denunciar

Andre Makariewicz

Entrem nas home page da ford, gm, vw nos estados unidos, e vejam quanto sai um automóvel similar aos nossos lá. Aqui e um absurdo de caro em relação ao americano que e muito mais completo que o similar oferecido aqui. Não sei quanto tempo ainda seremos enganados.

21/05/2012 | 22h40 Denunciar

melissa

Trololó. Carros sendo vendidos por uma fortuna, num país de 3º mundo, enquanto na Europa e EUA são vendidos por preços muito menores e mais bem equipados. Só bobo para cair nessa conversa.

21/05/2012 | 20h20 Denunciar

paulo roberto fickel

No Brasil tem duas atividades que merecem e merecerão sempre todas as benesses do governo,Bancos e fabricantes multinacionais de carros, que o governo insiste de chamar de nacional. darão 1% de desconto sobre os arcaicos e caros carros aqui fabricados.

21/05/2012 | 19h29 Denunciar

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesVisitantes dominam e Thunder salva estreia dos mandantes no primeiro dia dos playoffs da NBA --> http://t.co/uxWO0gr9wLhá 3 horas Retweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesCaso sem fim: Justiça cassa liminar e Portuguesa volta para a série B http://t.co/Ab5xjnvSaFhá 6 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros