Versão mobile

01/11/2010 | 06h10

Nutrólogo, nutricionista e endocrinologista: qual procurar na hora de fazer uma dieta

Descubra abaixo qual profissional é mais adequado para a sua necessidade

Enviar para um amigo
Nutrólogo, nutricionista e endocrinologista: qual procurar na hora de fazer uma dieta  Nestlé, divulgação/
Nutricionista é recomendado quando o paciente necessita de uma reeducação alimentar Foto: Nestlé, divulgação
Quem eu procuro na hora de uma fazer dieta? Qual profissional é mais adequado para a minha necessidade? Nutrólogo, nutricionista ou endocrinologista? Eis ai, algumas das mais freqüentes perguntas quando o assunto é dieta. Essas dúvidas surgem porque a maioria das pessoas não sabem qual tipo de profissional é mais adequado para ajudá-las e o que os diferencia.

O nutricionista, por exemplo, é recomendado quando o paciente necessita de uma reeducação alimentar. Neste caso, esse tipo de tratamento requer empenho do paciente, pois o êxito dependerá exclusivamente dele.

Já o endocrinologista, por sua vez, identifica se a pessoa possui problemas hormonais que a impedem de perder peso e diagnostica doenças que acompanham a obesidade, como diabetes e colesterol alto. Esse médico pode indicar remédios redutores de apetites ou reguladores, se achar necessário. Por outro lado, o nutrólogo, outra especialidade médica se dedica ao diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças diretamente ligadas ao comportamento alimentar.

No entanto, para que se faça esta escolha é importante destacar que o que determina o profissional a ser consultado é a necessidade de cada paciente. O ideal segundo especialistas é que se faça uma avaliação com uma equipe multidisciplinar, para que então, seja definido qual dos profissionais, (nutrólogo, endócrino ou nutricionista) se encaixa melhor naquilo que você precisa.

CONFIRA ABAIXO ÁREAS DE ATUAÇÃO ESPECÍFICAS DO ENDOCRINOLOGISTA E DO NUTRÓLOGO:

NUTRÓLOGO

Tratamento da obesidade;

Tratamento dos transtornos alimentares: anorexia e bulimia;

Nutrição esportiva em atletas;

Nutrição preventiva;

Nutrição na terceira idade e qualidade de vida;

Avaliação da composição corporal;

Tratamento de doenças influenciadas pela nutrição: câncer, cardiopatia, hipertensão, hipercolesterolemia (aumento do colesterol), diabetes, doença reumática, osteoporose; Avaliação nutricional: pós-operatório, má absorção, alcoolismo, desnutrição;

Nutrição parenteral e enteral.

ENDOCRINOLOGISTA

Andropausa: Os hormônios masculinos podem diminuir quando o homem envelhece. Nesse caso, algumas pessoas podem sentir cansaço, diminuição da força muscular e disfunção sexual, necessitando da ajuda do especialista para fazer reposição hormonal.

Colesterol e Triglicerídeos: A alimentação errada e algumas doenças podem levar ao aumento do colesterol e dos triglicerídeos em adultos e crianças. Com um tratamento adequado, o risco de futuras complicações cardiovasculares é reduzido.

Crescimento: Uma criança saudável tem um crescimento normal. O crescimento deficiente ou excessivo pode ocorrer em função de alterações hormonais, nutricionais ou genéticas.

Diabetes: Se você tem excesso de peso, parentes com diabetes, hipertensão ou alterações de gordura no sangue, procure um endocrinologista. Você poder desenvolver diabetes! Mas se você bebe muita água, urina muito e perde peso pode estar diabético.

Distúrbios da Menstruação: Alterações do ciclo menstrual (falta de menstruação ou menstruação mais de uma vez ao mês) podem significar problemas hormonais. Por isso, necessitam de investigação e tratamento adequado.

Distúrbios da Puberdade: Crianças que desenvolvem precocemente pelos pubianos, odor axilar e desenvolvimento das mamas, apresentam distúrbios hormonais e necessitam avaliar a origem do problema. Os adolescentes que não desenvolvem essas características também necessitam de uma avaliação.

Doenças da Glândula Supra-Renal: Aumento de peso, estrias avermelhadas, pelos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele podem significar problemas na glândula supra-renal.

Doenças da Hipófise: Tumores da hipófise podem levar à presença de leite nas mamas, fora do período de amamentação, além de mudanças faciais, aumento do número do sapato, dores de cabeça e distúrbios da visão.

Excesso de Pelos: Mulheres com excesso de pelos na face (hirsutismo), acne ou amento da musculatura, podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos.

Obesidade: A obesidade representa um risco para a saúde das crianças e dos adultos. O tratamento orientado pelo especialista evita uma série de complicações, como as cardiovasculares e as ortopédicas.

Osteoporose: Trata-se de uma doença endócrina. Dores nos ossos e fraturas frequentes podem significar enfraquecimento ósseo. Procure o seu endocrinologista. Ele pode diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado.

Reposição Hormonal da Menopausa: A reposição hormonal é um tratamento eficaz, feito com hormônios iguais ao da própria mulher, para amenizar o desconforto e os riscos causados pela menopausa.

Tireóide: Nódulos ou aumento de volume do pescoço; nervosismo; insônia e alterações no ritmo intestinal; coração acelerado; perda ou ganho de peso;e excesso de frio ou calor podem revelar distúrbios da tireóide.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraCaso Bernardo: família vai pedir desarquivamento de caso da morte da mãe do menino http://t.co/o00QyverfAhá 2 horas Retweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesGrêmio em desvantagem na Copa do Brasil Sub-17 http://t.co/U9mEUPBw3V #Pratas da Duplahá 3 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros