Versão mobile

07/08/2010 | 06h10

Ração Humana: conheça os benefícios e formas de consumi-la

Pessoas com diabetes ou hipertensão devem prestar atenção na composição

Enviar para um amigo
Sabrina Silveira
Ração Humana: conheça os benefícios e formas de consumi-la Roni Rigon/
A mistura também pode servir de complemento em refeições como no arroz, feijão, na sopa e até para elaboração de pratos como omeletes e crepes Foto: Roni Rigon
A farinha conhecida como ração humana, que é resultado de uma mistura de produtos à base de fibras, continua causando uma série de dúvidas. A principal delas é como consumi-la e como dosar as quantidades.

Para aproveitar os benefícios e os componentes da ração humana, a nutricionista Fernanda Bortolon recomenda que ela seja adicionada à vitaminas, sucos, iogurtes, com leite de soja ou desnatado, frutas e até mesmo aos ingredientes de bolos (confira a receita no final da matéria).

A mistura também pode servir de complemento em refeições como no arroz, feijão, na sopa e até para elaboração de pratos como omeletes e crepes.

— A quantidade recomendada é duas colheres de sopa ao dia. Isso significa aproximadamente 80 calorias, podendo sofrer variações — orienta a nutricionista.

Fernanda alerta, porém, que devemos ficar atentos quanto à quantidade de calorias presentes na composição, que pode variar de acordo com o lugar da compra.

— A introdução desta farinha na dieta, quando ocorre por orientação de um profissional pode ser muito positiva, enquanto que seu uso desorientado, principalmente com relação à substituição de refeições não é recomendado — diz ela.

Uma das composições possíveis, e a mais amplamente difundida, é a seguinte:

- 250 g de fibra de trigo

- 125 g de leite de soja em pó (extrato de soja)

- 125 g de linhaça marrom

- 100 g de açúcar mascavo

- 100 g de aveia em flocos

- 100 g de gergelim com casca

- 75 g de gérmen de trigo

- 50 g de gelatina sem sabor (Agar-agar)

- 25 g de guaraná em pó

- 25 g de levedo de cerveja

- 25 g de cacau em pó

Cuidado com alguns ingredientes

Alguns consumidores precisam estar atentos. Pessoas com diabetes devem procurar a versão light, que não contém açúcar mascavo. Quem tem pressão alta deve procurar, ou fazer, uma mistura sem guaraná em pó.

A nutricionista Julia Dubin chama atenção para as fibras, que em excesso podem trazer transtornos:

— As fibras em excesso podem causar gases, constipação e distensão abdominal.

Benefícios da ração

Quanto aos benefícios, de acordo com Fernanda, há uma lista extensa. Regularização do intestino, melhora da disposição física, auxílio no combate à flacidez, prevenção das doenças cardiovasculares, prevenção dos sintomas da menopausa, aumento da saciedade, e inibição da absorção de gorduras pelo organismo, são os principais.

— A maioria destes benefícios é consequência das propriedades dos próprios ingredientes, mas nem todos são reais. A regularização do intestino de fato ocorre com o consumo regular do produto, por causa da ação das fibras, presentes na fibra de trigo, na linhaça, na aveia e no gérmen de trigo, que melhoram o trânsito intestinal — explica ela.

A aveia presente na ração humana pode também auxiliar a diminuir a absorção de gorduras pelo organismo, porém não são todos os tipos de gorduras que são compatíveis, portanto é necessário controlar da ingestão delas, principalmente as do tipo trans e saturadas.

Segundo Fernanda, a melhora da disposição física pode ser relacionada a presença do guaraná em pó, que possui cafeína, podendo melhorar a capacidade de alerta e melhora da fadiga. Justamente por causa da cafeína, pode ocorrer aumento da pressão em indivíduos hipertensos ou que possuem doenças cardiovasculares.

O gergelim presente na fórmula possui em sua composição ferro, fósforo, potássio, magnésio, sódio, zinco e selênio, conferindo-lhe função antioxidante.

— A presença de diversos alimentos ricos em fibras, como a linhaça, rica em ômega-3, podem auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares — afirma a nutricionista.

Bolo Rico em Fibras

Ingredientes:


2 xícaras de chá de farinha de trigo

1 xícara de chá de açúcar mascavo

2 ovos

1 xícara chá de leite

2 maçãs médias picadas em cubos

1 banana nanica bem madura picada em cubos

1 xícara de chá de ração humana

1/2 xícara de chá de óleo

1 colher de sopa de fermento em pó

Canela em pó e açúcar mascavo para polvilhar

Modo de Preparo:

1. Misturar todos os ingredientes à mão em uma tigela

2. Colocar em uma assadeira untada, com a massa ainda crua polvilhe com o açúcar mascavo e a canela em pó

3. Levar para assar em média por 30 a 40 minutos

Porções: 20 fatias

Tempo de preparo: 50 minutos

Comentar esta matéria Comentários (1)

Ronaldo Costa

Não conheço um só trabalho sério, publicado em revista que tenha credibilidade na comunidade científica que recomende essa "gororoba" chamada Ração humana. Tudo indica tratar-se de mais um modismo alimentar que faz sucesso pela recomendação médica de ingerir fibras. Entretanto quanta vezes já apareceram alimentos "mágicos", sem eficácia comprovada e que cairam no esquecimento. Entendo que a única maneira de saber o que se deve comer é consultando um Bom endocrinologista e após todos os exames que ele mandará fazer, pedir-lhe para prescrever a dieta adequada para corrigir ou manter sua saude. O resto é papo de curandeiro.

07/08/2010 | 21h15 Denunciar

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesTécnico do San Lorenzo prevê que Grêmio ira jogar para se defender http://t.co/FU8nta1MyYhá 13 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraFilosofia dos g0ys divide opiniões entre ativistas do movimento LGBT http://t.co/CfyNtQpJo8há 27 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros