Versão mobile

10/10/2007 | 17h23

Um guia para quem quer adotar uma criança

Há seis candidatos a pai para cada abrigado apto à adoção no RS

Enviar para um amigo

Embora haja seis candidatos a pai para cada um dos abrigados aptos à adoção no Estado, a lista de espera nunca diminui por causa de um paradoxo. Enquanto 91,15% dos 4.089 inscritos desejam bebês com menos de um ano, crianças dessa faixa etária representam 0,47% do total.

ZH Virtual: O que você vai ler no guia nesta quinta

Ouça as vozes e veja fotos das crianças

Leitor-Repórter: se você adotou uma criança ou foi adotado, mande sua história

Em um encarte especial que estará nesta quinta-feira em Zero Hora e poderá ser acessado em zerohora.com, você encontrará informações para ajudar a superar esse dilema. Produzido em parceria com a Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), o Guia da Adoção mostrará detalhes sobre a realidade dos abrigos e os passos a serem seguidos pelos interessados. Ao longo de 12 páginas coloridas, o leitor conhecerá experiências de quem adotou crianças com perfil diferente do padrão, além de testar suas chances de ser um bom candidato.

— Quando se pensa em adoção, se pensa sempre em adoção ideal, e isso é cada vez mais difícil. Boa parte dos abrigados é formada por grupos de irmãos, crianças soropositivas e especiais — alerta o juiz José Antônio Daltoé Cezar, da 2ª Vara da Infância e da Juventude da Capital.

A publicação apontará ainda outras alternativas para ajudar as crianças abrigadas, como o apadrinhamento afetivo, o voluntariado e a contribuições por meio de doações. Ao descrever as principais ameaças à infância, o guia explicará como funciona a rede de proteção à infância e como você pode fazer a sua parte para contribuir com ela. Durante a leitura, os gaúchos encontrarão telefones e endereços úteis para a prática da solidariedade.  

Comentar esta matéria Comentários (13)

Edina Aparecida Santos Baia

tenho um grande sonho adotar fico triste em saber q ha crianças esperando por uma familia em quanto ha pessoas como eu q quer adotar ajude me adotar.

20/02/2010 | 11h02 Denunciar

osni a. fiamoncini

gostei muito do comentario de laura do dia 03/02/2009 realmente é isso ai estou na fila para adotar uma criança ha 2 anos e até agora sem noticia ,a justiça é lenta preferem deichar as crianças nos abrigos ,do que passarem essas crianças para casais que querem adotar. agente vê criansas mais de 02 anos esperando uma desisam da justisa para adoção e nada a justiça tem que mudar essas leis que de ves de ajudar elas muitas veses atrapalha a adoção . obrigado !

08/05/2009 | 21h28 Denunciar

JADIR

MUITAS CRIANÇAS COM MENOS DE UM ANO QUE ESTAO NAS CASAS DE ABRIGO NAO PODEM SER ADOTADAS,POR QUE SAO PROVA DE CRIME DE ABANDONO DAS MAES.

22/03/2009 | 09h00 Denunciar

laura

ACHEI TUDO INTERESSANTE.... MAS QUEM TEM VONTADE DE ADOTAR ALGUEM , NÃO CONSEGUE NADA... CONSTANDO EM VARIASMATERIAS MAES JOGANDO FILHOS NO LIXO,NO RIO ER QUEM QUER MESMO NADA CONSEGUE...ENTÃO É MUITO FACIL ESCREVERUMA MATERIA ...ADOTE UMA CRIANAÇA...COMO....

03/02/2009 | 19h10 Denunciar

Joana Tavares

Estou com o processo de adoção já quase finalizado é de um adolescente de 15 anos, portanto um adoção tardia. Ele atualmente mora num abrigo em Recife e esperamos que no final de 2008 venha morar aqui no RS. O Diário de Pernambuco fez uma matéria muito linda com ele, seu irmão e amigos. Gostaria que alguém que se sensibilizasse com a história pudesse auxiliar os outros menonos que não foram adotados. O link da reportagem é: http://www.diariodepernambuco.com.br/2008/08/22/urbana8_0.asp#

05/09/2008 | 11h00 Denunciar

Elza Rossetti

Parabéns pela matéria, e gostaria de comentar que me escrevi no processo para adoção em 03/2008 e até hoje não estou habilitada, é realmente muito demorado, está no MP há 45 dias p/ despacho que não demoraria + que 05 minutos. Quero tbm registrar que sou voluntária e em minha opinião, tem crianças que são muito negligenciadas pela família e chegam a ficar anos abrigadas, não aptas para adoção e qdo a justiça resolve tirar o pátrio poder é difícil colocá-las em famílias substituta devido à idade

07/08/2008 | 13h46 Denunciar

leila

Gostaria de saber por que o processo de adocao demora tanto.Entrei com a inscricao em fevereiro e ate agora nao recebi a visita daas por que tanta demora. assistente social.Vejo que tem muitas criancas que poderiam ser adotadas m

25/05/2008 | 09h58 Denunciar

Jenifer Vieira da Silva

Fui adotada aos 3 anos de idade, sofri maus tratos, hj me sinto uma pessoa realizada com meus pais que hj são pessoas idosas, não queria outros pais além deles, não fui criada c/ luxo mas recebi muito amor e não sinto a menor vontade de procurar meus pais biológicos, eu mesma vi nos olhos da minha mãe biológica me dizendo que não me queria mais e que eu era a cruz da vida dela. Foi a ultima coisa que lembrei dela.

15/10/2007 | 10h33 Denunciar

Nino Yoshida

Parabéns Zero Hora pela iniciativa. Eu e minha família, esposa e duas filhas, somos brasileiros e a há quase 20 anos moramos no Japão. Sempre que conversamos sobre crianças, eu e minha esposa, nos vèm o assunto de adoção. Gostariamos de adotar uma criança mas não sabemos se é fácil adotar, vez que não moramos no Brasil. Não temos preferência de sexo/cor, mas pensamos que tenha +/- 5 anos para que a adaptação seja mais fácil. Pois, em nossa casa só falamos o idioma japonês. Grato. Nino Yoshid

14/10/2007 | 23h16 Denunciar

Leandro

É lamentável que "pais" abandonem seus filhos! Pobres crianças que desde cedo convivem com a angústia de ter uma família, garantia básica de qualquer ser vivo, mas que devido a falta de responsabilidade dos reponsáveis pelos abandonados, ocasional esta imensa quantidade d crianças que, infelizmente, em alguns casos, partem para a marginalidade. Espero, de coração, que as crianças abandonadas consigam um lar e consigam se desenvolver pelo caminho da paz e felicidade.

13/10/2007 | 23h16 Denunciar

Helena Martinho

Parabéns pela publicação do guia! As informações claras, sensíveis e a abordagem plural certamente farão multiplicar o número de crianças com o direito à convivência familiar e comunitária garantidos!!!!

12/10/2007 | 04h32 Denunciar

paulo leonel wiatroscki

parabenizo a iniciativa de zero hora em divulgar a questão da adoção, e pricipalmente a adoção de crianças maiores. pois e muito triste a vida destes meninos e meninas dentro dos abrigos apartadas da familia e da sociedade.

11/10/2007 | 21h13 Denunciar

mariana

parabéns pela iniciativa, excelente guia. gostaria de avisar que as páginas 2 e 10 em pdf não estão disponíveis no site.

11/10/2007 | 10h08 Denunciar

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @zh_inter: É AGORA! Siga ao vivo Inter x Vitória, a estreia colorada no Brasileirão http://t.co/yDeYhF1AX8há 9 minutosRetweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @zh_inter: Movimentação ao vivo - > Beira-Rio deve receber 30 mil torcedores em Inter x Vitória http://t.co/ztWIiivndWhá 38 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros