Estados Unidos21/07/2012 | 08h28Atualizada em 21/07/2012 | 10h29

Atirador do cinema comprou mais de 6 mil balas para disparar em massacre

James Holmes invadiu a sessão de pré-estreia do novo capítulo da saga Batman em Aurora, na periferia de Denver, no Colorado

Enviar para um amigo

O jovem James Holmes, autor do massacre do cinema no Colorado (EUA), comprou mais de 6 mil balas pela internet nos últimos dois meses, informou a polícia na noite desta sexta-feira.

Toda a munição foi adquirida legalmente, assim como as quatro armas utilizadas no massacre, que James Holmes comprou em uma loja nos últimos 60 dias, revelou o chefe de polícia de Aurora, Dan Oates:

– Nos últimos 60 dias, ele comprou quatro armas – duas pistolas Glock, um fuzil AR-15 e uma escopeta Remington – em uma loja especializada, e mais de 6 mil balas pela internet.



O assassino, de apenas 24 anos, adquiriu 3 mil balas para o AR-15, 3 mil para as pistolas Glock e 300 cartuchos para a escopeta, destacou o policial.

– Também por meio da internet adquiriu vários carregadores para um fuzil de assalto calibre .223, incluindo um tambor para cem tiros, que foi encontrado na cena do crime – revelou Oates.

– Os especialistas me disseram que com este carregador poderia ter feito entre 50 e 60 disparos (...) por minuto. Até onde eu sei, ocorreram rajadas no cinema – afirmou Oates.

– Pelo que sei, todas estas armas foram compradas legalmente e toda a munição, também – completou.

James Holmes invadiu a sessão de pré-estreia do novo capítulo da saga Batman em um cinema de Aurora, na periferia de Denver (Colorado), matando 12 pessoas e ferindo outras 59 na madrugada desta sexta-feira, sendo preso em seguida.

A nova tragédia que abala os Estados Unidos aconteceu a poucos quilômetros do local do massacre de Columbine, ocorrido em 1999. Holmes, originário de Aurora, não tem vínculos com terroristas.

O massacre reaviva o eterno debate sobre o controle de armas nos Estados Unidos. O poderoso lobby das armas nos Estados Unidos, liderado pela influente National Rifle Association, acusa o presidente Barack Obama de favorecer a estratégia das Nações Unidas de limitar o direito constitucional dos cidadãos americanos de ter armas de fogo.

Notícias Relacionadas

Massacre no Colorado 21/07/2012 | 09h29

Warner não divulgará bilheteria do último filme da saga "Batman"

De acordo com comunicado, decisão é em respeito as vítimas do atentado e suas famílias

Mortes no cinema 20/07/2012 | 15h49

Polícia encontra "armadilha" em casa de suspeito

Explosivos impedem que apartamento em alojamento universitário seja revistado

Tragédia no cinema 20/07/2012 | 12h23

Obama diz que tiroteio foi "sem sentido e cruel"

Presidente norte-americano pediu à população que reflita sobre o episódio

Siga os perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraTorcida organizada do Grêmio assume autoria de faixa pendurada na Avenida Goethe. http://t.co/0V3uUSHSUzhá 13 minutosRetweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRT @zh_inter: Alan Patrick mostra confiança no Inter no Brasileirão e fala em ser comprado pelo clube http://t.co/ls8zdL9TLxhá 19 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros