Norte do Estado17/05/2012 | 00h36

Acidente de trânsito mata vice-prefeito de Fontoura Xavier

Carro em que viajava Antoninho de Goes, 55 anos, colidiu com um ônibus no interior do município

Enviar para um amigo
Acidente de trânsito mata vice-prefeito de Fontoura Xavier Nelvio Tonatto/Divulgação
Corcel conduzido pelo político colidiu com um ônibus da empresa Ouro e Prata Foto: Nelvio Tonatto / Divulgação

O vice-prefeito de Fontoura Xavier, no norte do Estado, morreu na noite desta quarta-feira em acidente na rodovia Canoas-Carazinho (BR-386).

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o Corcel conduzido pelo político Antoninho de Goes (PT), 55 anos, teria saído de uma via secundária em Vila Assis, localidade de Canga Quebrada, quando colidiu com um ônibus da empresa Ouro e Prata.

O acidente aconteceu às 21h40min, no  km 265,2 da rodovia. Até a meia-noite, o corpo de Antoninho permanecia preso nas ferragens, à espera da chegada da perícia no local. O veículo teria sido arrastado pelo ônibus até o acostamento. Ele estava sozinho no carro.

Antoninho respondia interinamente pela prefeitura, já que o prefeito José Flávio Godoy da Rosa (PT) estava em Brasília. Por volta da 0h20min de hoje,  Rosa conversou com Zero Hora por telefone e informou que decretará luto oficial por três dias. Ele acredita que o vice-prefeito poderia estar na localidade a trabalho:

— A comunidade de Canga Quebrada está sofrendo com a seca, o Antoninho vinha trabalhando forte para resolver esse problema — relatou.

Além do cargo de vice-prefeito, ele também respondia pela secretaria da Saúde no município:

— Era um cara cheio de saúde, excelente, para quem não havia dificuldades. Estava à frente de grandes obras. A região perde uma forte liderança — completou o prefeito, que retorna hoje ao município.

 
Antoninho respondia interinamente pela prefeitura
Foto: Nanda Duarte


Pelo Twitter, o deputado federal Giovani Cherini (PDT) informou e lamentou a morte de Antoninho, de quem era amigo. Ele estava em reunião com o prefeito de Fontoura Xavier, em Brasília, quando soube do acidente.

— Estava na casa do presidente (da Câmara) Marco Maia quando o prefeito recebeu uma ligação da mulher falando sobre o acidente. Na mesma hora, já virou uma comoção. É uma grande perda — diz Cherini, que deve vir hoje ao Estado.
Antoninho deixa mulher e dois filhos.

Comentar esta matéria Comentários (1)

Thiago

Este senhor pelo jeito era honesto, andar de Corcel. Como na vida tudo é assim, os bons logo morrem e fica o que nao deveria ficar.

17/05/2012 | 16h54 Denunciar

Siga @transitozh no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros