Cais Mauá04/05/2012 | 20h30

Após 20 anos, barco Cisne Branco deixará ponto no Guaíba

Embarcação promove tradicionais passeios turísticos pelo Guaíba

Enviar para um amigo
Após 20 anos, barco Cisne Branco deixará ponto no Guaíba  Emílio Pedroso/Agencia RBS
Cisne Branco promove passeios turísticos pelo Guaíba (Foto de 22/03/2012) Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS
Até a próxima semana, o barco Cisne Branco, que promove tradicionais passeios turísticos pelo Guaíba, deixará de utilizar o ponto do qual parte há 20 anos, no pórtico do Cais Mauá.

A mudança foi definida na manhã desta sexta-feira, após audiência entre a dona da embarcação, Adriane Hilbig, a Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) e o Ministério Público Estadual.

O Cisne Branco ficará provisoriamente atracado nas proximidades do prédio onde funciona a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da estação do catamarã que faz a linha Capital — Guaíba, um pouco adiante do ponto atual. Com isso, a viabilidade econômica do barco é garantida, pois ele pode continuar seu serviço. O problema é a bilhetagem. Ao sair do pórtico, a empresa cede a sala onde vendia os tíquetes.

— Não é uma solução 100% porque não terá um posto de atendimento ao turista, mas não impedirá o embarque e o desembarque dos passageiros, que é o que ocorreria se saíssemos do porto — disse Adriane.

Situação irregular é apontada como uma causa da mudança

A transferência é necessária para que a empresa Porto Cais Mauá possa dar início às obras que revitalizarão a região. Outra causa apontada pela SPH para a retirada do barco é a sua situação irregular, por não possuir contrato de arrendamento.

— A nossa ida para o cais foi a convite do governo do Estado. Desde então, nós pagamos aluguel — defendeu Adriane.

A proprietária do barco reivindica a sua permanência no cais porque não há, atualmente, outro ponto na orla do Guaíba compatível com o calado do Cisne Branco. A SPH informou que já existe uma opção de atracadouro definitivo para o barco.

— Foi um acordo proposto durante a audiência, acatado pela gerência da empresa de turismo, até que a prefeitura resolva a questão de forma definitiva, com um novo atracadouro na área do Gasômetro — afirmou o diretor administrativo e Financeiro da SPH, Antônio Paulo Carpes Antunes.

Para que o Cisne Branco possa atracar na região da Usina do Gasômetro, porém, deverão ser feitas obras no local. Isso pode ocorrer durante a revitalização da orla do Guaíba entre a usina e o Arroio Cavalhada, na Zona Sul.

Notícias Relacionadas

Porto Alegre 20/04/2012 | 22h03

Revitalização do Cais Mauá ameaça embarcação Cisne Branco na Capital

Proprietária diz que não há calado suficiente para o barco longe do cais

Comentar esta matéria Comentários (1)

Marlise

Mais uma vez o "Poder Público" vem passar p/cima do q é melhor p/a cidade. Uma empresa q há 20 anos vem mostrando p/quem vem de fora uma das imagens mais lindas de POA p/levarem na memória. Parece coisa pouca, poucos metros, mas p/o turista passar aquele Portal... Parabéns por mais este deserviço.

04/05/2012 | 23h31 Denunciar

Siga perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraBom dia! Tenham um ótimo sábado!há 26 minutosRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraSob chuva, Hamilton conquista pole do GP da China: http://t.co/15GAhcEzXbhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros