Tema para debate28/04/2012 | 15h07

Tema para debate: um gesto para a História

Enviar para um amigo

Por Luiz Carlos Corrêa da Silva*

O problema de saúde do ex-presidente Lula, um tumor maligno na laringe tratado durante os últimos meses, tem repetidamente voltado à mídia, principalmente após as recentes declarações de seus médicos sobre o prognóstico favorável da situação. Em face destas últimas notícias, a população está menos apreensiva, pois ninguém poderia ficar indiferente ante o sofrimento de um líder com tal envergadura e carisma.

Um aspecto curioso é que, há alguns anos, quando questionado por repórteres por continuar fumando no seu gabinete presidencial, num momento em que se discutia a proibição de fumar em ambientes fechados,sua resposta não foi a que se esperava de um chefe de Estado: "Na minha sala, mando eu, e lá eu fumo quando quiser e ninguém tem nada com isso". Também, inúmeras vezes, a mídia chamou a atenção de que Lula estava exagerando no consumo de bebidas alcoólicas. O tempo passou e, ao que parece, o ex-presidente continuou com seus costumes. Fato semelhante acontece com milhões de brasileiros que, por não terem acesso ou por ignorarem e, como consequência, não incorporarem as fartas e já costumeiras informações sobre riscos para a saúde ou, simplesmente, por serem dependentes, permanecem com um estilo de vida errado e pernicioso, e não enfrentam seus problemas, com vistas à mudança necessária.


Lula deveria participar de campanhas de alerta sobre os fatores de risco do câncer?

Este episódio de saúde que monopolizou quase um ano da vida política, social e familiar do expresidente não foi suficiente para que se motivasse a dar mais uma grande contribuição ao país. Mas, agora que a poeira baixou e ele está, aparentemente, recuperado do susto e deste problema de saúde que, esperamos, tenha sido efetivamen-te vencido, se abre mais uma excelente oportunidade de vir a tornar-se um dos maiores líderes e heróis que o Brasil jamais teve. Para isso, bastaria que reconhecesse a relação causal do tabagismo e do alcoolismo como fatores relacionados ao câncer que o atingiu, manifestasse arrependimento por ter permitido que esses maus hábitos atrapalhassem sua vida e aconselhasse a todos que, para seu próprio bem, deveriam livrar-se desses problemas o quanto antes.

Um gesto tão simples e direto, mas inegavelmente temperado pela grandeza, certamente teria enorme influência para todas as pessoas, principalmente aquelas mais humildes que carecem de oportunidades e motivações para melhorar sua saúde e sua vida. O resultado poderia propiciar benefício para esses milhões de brasileiros simplesmente por pararem de fumar: em pouco tempo, se reduziria o número de casos de infarto de miocárdio em 30%, o de câncer de pulmão em 90%, o de enfisema em 85%, e o de derrame cerebral em 30%.

No momento atual, em que o setor político se desgasta a cada dia pela falta de compromisso com o povo e pelo seu envolvimento com pessoas e fatos nada edificantes, cairia muito bem uma atitude diferenciada, não demagógica e de tão profundo alcance humanístico. Não só pelos seus inúmeros outros feitos, mas, também, por este ato de bravura, desprendimento e humildade, que certamente poderia ajudar milhões de brasileiros a abandonar estes comportamentos de risco, Lula viria a ser o mais lembrado e mais admirado dos presidentes!

*Pneumologista da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre

Comentar esta matéria Comentários (10)

Elberto

Sobre o retrospecto das suas declarações não é a pessoa adequada. É certo que fará propaganda política enaltecendo o seu ego. Está na hora de encontrarmos um Líder que realmente participe nos destinos da Nação do que fomentar a criação de uma lenda.

04/05/2012 | 09h04 Denunciar

Milton Jardim

artigo é contra o combate ao vício, ou pela volta daquele que não foi, e que nunca deveria ter vindo? Se por acaso o Sr. escrever outro artigo sobre este tema, não de como exemplo quem quer que seja, pois nem todos comungam com o seu pensamento. Pense nisto.

02/05/2012 | 08h53 Denunciar

Milton Jardim

Que se faça campanhas contra o tabagismo e o álcool, estou de acordo, pois trata-se de saúde pública. Mas teria este Senhor a necessidade de manifestar-se desta maneira para puxar o saco do Lula? Ficou muito feio sr. Luiz Carlos, e quanto ao Ex-presidente ser o "maior", há controvérsias. Afinal seu

02/05/2012 | 08h49 Denunciar

luiz carlos

Dr. Luiz CArlos C. Silva.....a medicina, já comprovou que cigarro e cancer, não foram encontradas causas unicas e necessárias. Quem o senhor quer enganar?? Diga isso, aos bilhoes de coitados, que morrem todo dia, sem nunca terem colocado um cigarro na boca na vida ou terem bebido alcool. chega.!!

01/05/2012 | 18h04 Denunciar

Claudio D'Amato

Virgílio, vce está querendo dizer que os seus amigos que vce perdeu por estas doenças nunca fumaram ou beberam? Bem, eu tbem tive minha avó que morreu de cãncer e tbem nunca fumou ou bebeu. A moda agora é culpar o fumo de tudo...

01/05/2012 | 17h00 Denunciar

Renata

Lulla deveria ser proibido de abrir a boca para qualquer assunto. ja entendi, fui censurada.

01/05/2012 | 08h08 Denunciar

Claudio D'Amato

"Na minha sala, mando eu, e lá eu fumo quando quiser e ninguém tem nada com isso". Disse tudo! Eu gostaria de saber por que tem tanta gente que fica se preocupando com a vida alheia. Que fofocas esperam conseguir? Os antitabagistas já conseguiram seus preciosos espaços livres de fumo. Que + querem?

30/04/2012 | 14h10 Denunciar

Fortunato

O Ex-Presidente Lula é uma liderança indiscutível e o fato de deixar de fumar é uma decisão de muito valor para qualquer um de nós, mas penso que não seria "Um gesto para a história" e sim um gesto em causa própria, para preservação de sua vida: Ou deixa ou morre. E muitos optam por deixar o vício.

29/04/2012 | 14h32 Denunciar

Henrique Menezes Avancini

Excelente,texto concordo plenamente o ex presidente seria um excelente garoto propaganda deste assunto pois ele passou pelo problema e seria uma forma de alerta a todos.

29/04/2012 | 11h19 Denunciar

virgilio melhado passoni

Excelente a matéria do Dr.Luiz Carlos Correia da Silva, referindo-se ao consumo de tabaco,só lamento que os parentes e amigos que perdi com essas doenças alem de nunca ter colocado um cigarro na boca,não consumiam bebidas alcoolícas também.

29/04/2012 | 07h45 Denunciar

Siga perfis de ZH no Twitter

  • transitozh

    transitozh

    Trânsito Zero HoraRT @mateusferraz Av. Mauá segue em meia-pista na altura da est. Mercado para obras do DEP. @RdGaucha #GauchaTransito http://t.co/2EHNG993shhá 8 minutosRetweet
  • transitozh

    transitozh

    Trânsito Zero HoraPreste atenção: por obras DEP, Av. Mauá terá meia pista bloqueada em frente à estação Mercado, no centro.há 10 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros