27/10/2011 | 05h51

Travessia de Catamarã entre Porto Alegre e Guaíba é inaugurada nesta quinta-feira

Serviço para o público começa a partir das 6h da manhã de 28 de outubro

Enviar para um amigo

Estão definidos data, horário e até o clima de um fato histórico: às 6h de amanhã, 28 de outubro, uma sexta-feira cuja previsão é de céu azul e temperatura amena, o Guaíba voltará a ser navegado por barcos destinados a passageiros que transitam entre Porto Alegre e Guaíba.

Nesse horário, o catamarã vai zarpar do Terminal Hidroviário de Porto Alegre, localizado no Armazém B3 do Cais Mauá, com destino a Guaíba.

Em imagens, faça um passeio virtual e veja o
catamarã que fará o transporte de passageiros:


Hoje, na véspera, haverá, para autoridades, a inauguração solene esperada há mais de 50 anos: às 14h30min, o governador Tarso Genro vai tomar a palavra para celebrar a retomada do transporte hidroviário para passageiros. Os dois barcos, o Carlos Nobre e o Ana Terra, são modernos seguros e confortáveis — Zero Hora participou de um passeio no último dia 12.

O serviço oferecido pela CatSul — empresa gaúcha que venceu a licitação para operação da Travessia — começa nos terminais de passageiros, com salas de embarque climatizadas. Nos barcos, TVs, 120 poltronas e acesso à Internet.

A aquisição das passagens pode ser feita com até 30 dias de antecedência, nos 14 horários oferecidos em cada sentido da viagem. O trajeto entre a sala de embarque e o catamarã é feito em passarela coberta, evitando que os passageiros fiquem expostos a sol e chuva.

O catamarã é um barco com dois cascos, o que significa estabilidade — quando ZH participou da demonstração, havia um vento que tornava o rio levemente turvo, mas isso não interferiu na tranquilidade da navegação, que conta com GPS e alcança a velocidade de 46 km/h. A viagem dura cerca de 20 minutos.

O acesso e aos terminais e a saída são feitos por rampas. Há, também, assentos exclusivos para portadores de necessidades especiais, cintos de segurança para cadeirantes e espaço para cinco bicicletas.

Até que se chegasse neste momento histórico, foram sete tentativas em 30 anos para o transporte fluvial de passageiros entre Porto Alegre e Guaíba. Antes da inauguração da Ponte do Guaíba, em 1958, as duas cidades já estiveram servidas por um serviço semelhante.

A linha ia de Guaíba à Vila Assunção. As últimas cinco barcaças eram sobras de guerra compradas dos Estados Unidos em 1948. Tinham convés baixo e acesso pela proa. Uma peculiaridade é que também faziam o transporte de veículos. Em 1953, as barcas transportavam anualmente 220 mil veículos (ônibus, caminhões, automóveis e carroças) e 780 mil passageiros. O trajeto era de 20 minutos, como agora, mas a operação de carga e descarga levava cerca de 40 minutos. Depois da inauguração da ponte, o serviço foi visto como supérfluo e acabou desativado.

Para o futuro, a administração de Guaíba e a Catsul já pensam em aperfeiçoar o sistema. A intenção da prefeitura é oferecer integração tarifária entre os serviços de ônibus e de barco, para que moradores de bairros distantes tenham nas barcas uma alternativa economicamente interessante.

Já a CatSul, que pretende transportar 2 mil passageiros por dia, projeta novas braçadas: a expectativa é de que, em seis meses, haja a criação de um terminal na frente do BarraShopping, junto ao antigo Estaleiro Só.

Serviço:

A venda de passagens para a hidrovia entre Porto Alegre e Guaíba começa já hoje. Os locais de venda de bilhetes e de embarque e desembarque são os terminais hidroviários.

Porto Alegre — no armazém B3 do Cais Mauá. Pedestres podem chegar ao terminal pelo túnel sob o Trensurb, com acesso pelo calçadão da estação Mercado.

Guaíba — o terminal é Hidro-Rodoviário, na antiga Estação Rodoviária, Avenida João Pessoa 966, Centro, no final do calçadão.

Para facilitar a escolha do passageiro, uma tela de TV informa o número de passagens já adquiridas para cada horário.

O preço da passagem é de R$ 6 de segundas a sextas-feiras e de R$ 7 aos sábados, domingos e feriados. O pagamento pode ser feito em dinheiro e cartões de débito do Banrisul, Visa e Mastercard. Haverá 14 horários com intervalo de 60 minutos, em cada sentido, de segundas a sextas-feiras.

De Porto Alegre a Guaíba, a primeira viagem será às 6h e a última às 19h, de hora em hora. De Guaíba a Porto Alegre, o primeiro horário será às 6h30min e o último às 19h30min, também de hora em hora.

Aos sábados, domingos e feriados, os horários são reduzidos, com a primeira viagem de Porto Alegre às 7h30min e de Guaíba às 8h. Não haverá preços diferenciados de passagens para menores.

Notícias Relacionadas

20/10/2011 | 18h58

Secretaria de Obras vistoria catamarã para a travessia Porto Alegre-Guaíba

Transporte estará em funcionamento a partir do dia 28, afirma secretário

13/10/2011 | 17h54

Metroplan suspende passeios gratuitos na travessia de catamarã entre Porto Alegre e Guaíba

Apesar da medida, inauguração da travessia está mantida para o dia 27 deste mês

12/10/2011 | 13h24

Passeio experimental marca início da travessia hidroviária entre Guaíba e Porto Alegre

De hoje até sexta-feira, viagens são feitas de graça às 11h e 15h

05/09/2011 | 21h01

Nova rota deve agilizar o transporte de passageiros por hidrovia entre Porto Alegre e Guaíba

Novo projeto poupa cerca de R$ 1,8 milhão em recursos públicos e descarta a construção de dragagem

22/02/2011 | 16h45

Viagem experimental vai testar hidrovia entre zona sul e centro de Porto Alegre

Segundo vereador Thiago Duarte (PDT), se a hidrovia sair do papel, a viagem do Lami ao Centro poderá ter tempo reduzido em até 30 minutos

29/09/2010 | 17h58

Travessia de barco entre Porto Alegre e Guaíba pode virar realidade em 2011

Vencerá a licitação a empresa que, após cumprir todos os pré-requisitos, oferecer o menor preço da passagem

Comentar esta matéria Comentários (7)

Sergio

Na solenidadee foi feita menção de que a licitação para este serviço foi feita no Governo Yeda?

27/10/2011 | 18h44 Denunciar

eduardo

Como morador de Guaíba, gostaria de agradecer a ex governadora Yeda. O que demorou para ser feito em 50 anos, ela resolveu em poucos meses. Desengavetou o estudo de viabilidade no começo de seu governo, mas por pressão da oposição só conseguiu colocar em pratica depois de ter perdido a eleição. Foi um presente que ela deixou a uma população mal agradecida. OBRIGADO YEDA!

27/10/2011 | 14h05 Denunciar

fernando perazzo

bem que a agergs poderia tomar vergonha na cara e colocar lanchas iguais a essa da foto, aqui na travessia entre Rio Grande e São|José do Norte... e fazer um monumento histórico com as imundisses que fazem a travessia aqui, algumas com mais de 100 anos... mas aqui tem poucos eleitores, então não há interesse na segurança dos usuários...

27/10/2011 | 13h11 Denunciar

PAULO

Após um estudo de viabilidade econômica, não poderia aumentar a oferta desse transporte limpo, mais barato, mais seguro para outras regiões em torno da grande POA? Que dizer, então, da parte sul para o norte na ilha de Floripa. Com a palavra, nossos queridos manezinhos da ilha maravilhosa de Floripa.

27/10/2011 | 12h12 Denunciar

Ernesto

Será que agora a expresso rio guaiba irá criar mais rotas atraentes para os guaibenses??? Agora o monopólio deles já irá sentir.. próximo passo é colocar outra empresa de transporte rodoviário!!!

27/10/2011 | 10h43 Denunciar

Aldo Brune

E o que é que estão esperando para fazer o mesmo para levar milhares de trabalhadores do polo petroquímico, num trajeto praticamente em linha reta e metade da distância entre Porto Alegre e o Pólo Petroquímico.O trânsito da Tabaí-Canoas e o meio ambiente agradecem.

27/10/2011 | 08h50 Denunciar

CARLOS ALBERTO

GUAIBA está de parabéns, mas...quem serão os VERDADEIROS detentores dessa CONCESSÃO? --AZAR, a medida é ÓTIMA(embora tardia). ----Agora que está LANÇADA A IDEIA(cópia da Europa), que façam isso também para NOVA SANTA RITA, TRIUNFO etc indo até onde haja navegabilidade em nossos RIOS-ESGOTOS?.......Aleluia!.....Depois acordem-se eles ao uso de trens. -------ABRAÇOS.

27/10/2011 | 08h48 Denunciar

Siga perfis de ZH no Twitter

  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraAos 70 anos, morre narrador Luciano do Valle http://t.co/bpPBodYQk1 http://t.co/Xswh2GCEsEhá 1 horaRetweet
  • zerohora

    zerohora

    Zero HoraCotidiano de omissões, carência e frieza culminou na morte de Bernardo Boldrini. http://t.co/G7jokisWS6há 2 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros