Gigante Para Sempre20/03/2012 | 03h50

Exploração comercial da área no entorno do Beira-Rio é sonho colorado para depois da Copa

Grupo de empresários gaúchos já teria manifestado interesse em investir na região, segundo o presidente Giovanni Luigi

Enviar para um amigo
Exploração comercial da área no entorno do Beira-Rio é sonho colorado para depois da Copa Emílio Pedroso/Agencia RBS
Além da reestruturação do estádio, área que circunda a sede do Inter pode passar por mudanças Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS

Com a remodelação do Beira-Rio encaminhada, o Inter já pensa na segunda parte do projeto Gigante para Sempre. Segundo o presidente Giovanni Luigi, o clube deve iniciar, este ano, estudos de viabilidade econômica para explorar comercialmente as áreas em torno do Estádio Beira-Rio.

Galeria: Inter e Andrade Gutierrez assinam contrato no Beira-Rio

Um grupo de empresários gaúchos já teria procurado o clube manifestando interesse, disse Luigi na entrevista coletiva após a assinatura do contrato com a Andrade Gutierrez. A área entre o estádio e o encontro das avenidas Padre Cacique e Edvaldo Pereira Paiva, hoje é ocupada por um posto de gasolina, estabelecimentos comerciais, escolas de samba e uma usina de reciclagem.

Todos sairão para liberar terreno para as estruturas previstas para os jogos da Copa de 2014, como um estacionamento destinado à Fifa, convidados e fornecedores.

— Um estádio totalmente remodelado vai valorizar muito mais seu entorno, e essa área é do Inter — ressaltou Luigi.

Mesmo que o clube só possa "tomar posse" das áreas depois do Mundial, a ideia é começar a estudar um plano de negócios. O presidente do Inter não revelou quais são os interessados no local — na proposta apresentada no início de março como alternativa ao acordo com a Andrade Gutierrez pelas empresas Nex Group e Construtora Pelotense, estava prevista a construção de torres de edifícios.

Para erguer prédios maiores do que o estádio, porém, é preciso aprovar, na prefeitura e na Câmara de Vereadores, autorização especial — uma das dificuldades encontradas no então chamado "plano B".

Comentar esta matéria Comentários (11)

ilidio vilmar

o dodói azul é não ter conseguido ser a sede gaucha da Copa,agravado agora com o despreso de competidor, que escolheu o Estadio dos Vinhedos(do Esportivo BG)para treinamentos,uma decadencia que começou BIREB,ladeira abaixo, igualzinho a outro tricolor SP e arrotam que Arena Humaitá seja a 8a Maravil

03/04/2012 | 22h28 Denunciar

Marco Colorado-Bagé

Somente agora que o Inter acordou para este assunto, o Inter tem uma Area que certamente renderá milhões e milhões e nunca analisou seriamente em investir, vamos Inter acorda !!! Aquela Area representa uma riqueza grande não explorada, teremos Estádio Novo e Patrimonio altamente rentavel.

21/03/2012 | 01h20 Denunciar

wili schmitz

Nunca ví tanto gremista comentando matérias relativas ao colorado. Deve ser porque os coitados não tem o que comemorar nos últimos tempos (exceto um grande título da segundona). Qualquer assunto serve para encher o saco dos colorados. Dá pena. Vão se tornar um Juventude da vida.

21/03/2012 | 00h04 Denunciar

PRA

Não adianta, o Azul faz e o vermelho imita! Isso é histórico.

20/03/2012 | 15h11 Denunciar

Marcio

Copa 2012??? Fala sério, esse estádio num saí nem pra de 2014! Cadeo o boca aberta do dirigente do INter que batia no peito pra falar que esse remendo tava 1 ano na frente da arena gremista? cadê???

20/03/2012 | 12h34 Denunciar

André Severino

Não quero falar um bobagem, mas a se confirmar tudo que está projetado pelo Inter, o clube caminha a passos largos para se tornar um dos clubes mais ricos e bem administrados do mundo. Repito o que disse "UM DOS", antes que os recalcados de plantão se manifestem!!! Dá-lhe COLORADO!!!!

20/03/2012 | 12h00 Denunciar

Guilherme

Mas o entorno do Beira Rio não é uma área doada pela prefeitura para que o clube a use para fins alinhados com a missão do clube estabelecidos em estatuto? Deve-se ajustar a lei antes que o clube passe a usufruir dessas áreas visando puramente o lucro, não?

20/03/2012 | 11h13 Denunciar

Luis Carlos

O autor da matéria esqueceu que na área pública em torno do Beira Rio residem cerca de 70 famílias, divididas em quatro núcleos. O núcleo mais antigo fica ao lado de uma marmoraria. Os três outros, colocados ali pela prefeitura, são famílias do MNLM, uma casa de passagem e famílias de recicladores.

20/03/2012 | 10h40 Denunciar

PRA

Já tá crescendo as unhas. Engraçado, uma área pública virou privada? Alguns anos atrás a Prefeitura doou uma área para a construção do estádio, mas parece que não se contentaram e invadiram todo o entorno. Não vou perguntar "estou errado?" Pois estou certo. Nem todos perdem a memória.

20/03/2012 | 09h36 Denunciar

Filipe

Não me agrada ver naquele terreno torres, sejam comerciais ou residenciais. Seria mais interessante termos mais uma área de lazer para a cidade.

20/03/2012 | 09h20 Denunciar

Eduardo

O entorno do estádio Beira Rio em área nobre da cidade, com vista para o rio guaíba, é uma mina de ouro, quem entende de empreendimentos imobiliários sabe que o Inter pode, nesta área, construir com parceiros, prédios que darão alto retorno financeiro. A AG queria esta área, Luigi disse não.

20/03/2012 | 08h51 Denunciar

Siga zhEsportes no Twitter

  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesUruguaio Roberto Silvera apitará jogo da volta entre Grêmio x San Lorenzo- http://t.co/gCNZyE52lJhá 2 minutosRetweet
  • zh_esportes

    zh_esportes

    zhEsportesRithely não desembarca em Porto Alegre e negociação com o Sport segue em andamento http://t.co/twS4mPy40z http://t.co/hmusdGAzizhá 57 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros