Da saída04/01/2013 | 20h17

Guiñazu deixa o Inter e retorna ao Libertad, do Paraguai

Argentino voltará a defender o clube de onde saiu para o Inter

Enviar para um amigo
Guiñazu deixa o Inter e retorna ao Libertad, do Paraguai Mauro Vieira/
Guiñazu fala ao telefone durante o treino desta sexta-feira Foto: Mauro Vieira

Guiñazu se foi. Após seis temporadas no Beira-Rio, o volante argentino pediu para rescindir o seu contrato com o Inter, a fim de retornar ao Libertad. No retorno das férias, acompanhado pela mulher, Erika, e pelos filhos Matias e Lucas, procurou a direção e revelou o desejo de deixar o clube de forma amigável, porém, imediata. E foi o que ocorreu. Nessa sexta-feira, pouco antes das 21h, o site oficial do Inter confirmou a saída de seu camisa 5.

Aos 34 anos, o jogador desejava retornar ao Paraguai para jogar a Libertadores e também encerrar a carreira, em alguns anos. O Inter acelera a busca por um novo volante - e por isso acompanha de perto as negociações entre Grêmio e Porto por Souza. Com a saída de Guiñazu, o clube fica com quatro estrangeiros: D'Alessandro, Dátolo, Bolatti e Forlán.

A direção do Inter foi surpreendida com o pedido do jogador e demorou a dar uma resposta a Guiñazu. Mas, assim como ocorreu com as liberações de ídolos como Fernandão, para o Al Gharafa, em 2008, e a de Tinga, para o Cruzeiro, no ano passado, o Inter também aceitou a rescisão amigável com o argentino.

Foi no time de Assunção que Guiñazu ganhou destaque, ao enfrentar o Inter nas semifinais da Libertadores de 2006. O volante, que na época atuava com a camisa 10, impressionou no mata-mata com o Inter. Com a venda de Tinga ao Borussia Dortmund, após o título da Libertadores de 2006, o Beira-Rio tentou a contratação de El Cholo (apelido de infância, uma referência argentina para os mestiços filhos de espanhóis com índios), mas o Libertad não o liberou. A compra do jogador aos paraguaios ocorreu um ano depois. Guiñazu chegou em um pacote de reforços, com Sorondo e Magrão.

No recesso do Brasileirão, chegou a dar entrevistas a rádios de Rosario, na Argentina, afirmando o desejo de atuar no Newell's Old Boys, clube no qual iniciou a carreira. Em dezembro, a imprensa argentina chegou a informar que o volante da seleção nacional rescindiria com o Inter. A direção colorada, porém, foi informada do desejo do jogador somente nessa quarta-feira. A surpresa do Inter segue na revista oficial do clube de dezembro, na qual Guiñazu foi a capa, com o título "Guiñazu, o super-herói colorado".

- No momento, apenas mais uma coisa pode ser dita: obrigado por tudo, Guiñazu! Sucesso na sua nova jornada - publicou o site oficial do Inter.

Siga zh_inter no Twitter

  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterLuigi minimiza indefinição sobre empresa que bancará estruturas temporárias: "Não estabeleço prazo" --> http://t.co/UKQPVwkp4Rhá 6 horas Retweet
  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterFifa ensaia bancar emergencialmente estruturas temporárias do Beira-Rio para a Copa --> http://t.co/iDpmpwf0CEhá 6 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros