Apenas um10/08/2012 | 13h17

Sem ver "solução" em Maurides, Fernandão descarta titularidade

Apesar de elogiar qualidade do jogador, técnico colorado afirma que ele ainda não está pronto para assumir a responsabilidade de ser a referência ofensiva da equipe

Enviar para um amigo
Sem ver "solução" em Maurides, Fernandão descarta titularidade Diego Vara/
Fernandão pede cautela para a escalação de Maurides Foto: Diego Vara

Enquanto o novo centroavante prometido pela direção não chega, Fernandão descartou aproveitar Maurides na função. Apesar de valorizar o potencial do jogador, segundo o técnico colorado, ele ainda não está pronto para ser titular. Com isso, o Inter vai enfrentar a Ponte Preta apostando novamente em um esquema sem um jogador de referência no ataque.

— O Maurides entrou contra o Vasco e não foi a solução. É um jogador que a gente tem que ter calma. Não é porque estamos precisando de um centroavante, que vou colocar o menino. Estou tentando colocar para ele começar a ganhar cancha de jogo. Com muita calma, é um jogador que tem muito a crescer. Acredito que em muito em breve ele vai dar resposta — garantiu.

Com as ausências de Dátolo, D'Alesssandro e Dagoberto, que ainda se recuperam de lesões, e Leandro Damião a serviço da Seleção Brasileira, Fernandão só conta com Diego Forlán em condições de atuar com características de atacante no grupo colorado. Sem as principais peças do setor ofensivo, o Inter tem enfrentado dificuldades para superar os adversários que jogam com um esquema mais defensivo.

— Eu estou tendo que improvisar o segundo homem, o próprio Diego também . Infelizmente a maioria das lesões e ausências são no setor ofensivo. Temos que trabalhar improvisando o Jajá e o Marcos Aurélio, testando o Diego em uma nova movimentação, sendo muito mais um primeiro atacante.  O importante é que a gente criou. Contra o Vasco e o Náutico tivemos chances. Agora é matar, na oportunidade que tiver, principalmente jogando em casa, mas é óbvio que as equipes que vem jogar aqui fortalecem o sistema defensivo para atuar no contra-ataque — avaliou.

Principal tema das questões na entrevista coletiva desta sexta-feira, Fernandão garantiu que Maurides seguirá com espaço no grupo principal do Inter, mas que o jogador ainda está evoluindo. Depois da torcida reclamar da ausência do centroavante no empate em 0 a 0 com o Náutico, o técnico colorado pediu paciência para poder aproveitar o jogador da melhor maneira.

— O único jogo que não levei ele é porque existia uma situação com o Fabrício, e eu não podia abrir mão do Zé Mário no banco. Dentro do que eu planejei para a partida, eu imaginava muito mais o Rafael Pernão fazendo a possibilidade do um contra um. Acabou que o que aconteceu foi que a gente precisava de um homem de área. Mas também só porque ele não estava no banco, virou a solução contra o Náutico. Ele entrou contra o Vasco e é um menino que não posso jogar essa responsabilidade em cima dele. Acredito muito no Maurides, tem muito potencial, mas vamos com calma. É um garoto ainda e tem muito a evoluir para assumir essa responsabilidade — afirmou.

Confira outros trechos da coletiva de Fernandão:

Kleber no meio-campo

"Eu treinei as duas possibilidades. O Kleber está confirmado, mas existem duas ou três situações que eu posso mudar a equipe. Até a fisionomia tática. Vou esperar até amanhã. O Guiñazu está sentindo a perna e existe a grande possibilidade dele não participar do jogo. Eu imagino algumas situações para o confronto com a Ponte".

Busca do título

"Não estamos nem na metade do campeonato. A briga do título começa a se definir na 12ª rodada do segundo turno. Ali você vê quem vai brigar pelo título e Libertadores. O Atlético-MG está com uma sequencia muito boa, mas não tiveram desfalque nenhum ainda. Não adianta eu pensar em título ou G-4 agora, eu preciso vencer a Ponte. Lá na frente nós vamos ver pelo que vamos estar brigando. Acho que temos potencial para disputar a ponte de cima, mas dependemos do nosso jogo a jogo".

Negociação por um centroavante

"A direção me comunicou que existe um avanço em relação a um nome. Vamos esperar, sei que para o jogo com a Ponte Preta eu não tenho essa peça, então preciso achar opções para o jogo.  Depois, vamos ver. Sei que eles estão trabalhando e que poderemos ter alguma surpresa na semana que vem. Enquanto isso, tenho que trabalhar com o que temos para o jogo com a Ponte Preta".

Ponte Preta

"O Rildo é um jogador veloz, o Marcinho também. De repente eles têm uma saída até mais qualificada que o Náutico.  Acredito que eles vão vir com esse pensamento de uma marcação mais forte."  

Comentar esta matéria Comentários (1)

JORGE ALFREDO STREIT

Cuidado com o que fala, Fernandão. O peixe morre pela boca. Você pode estar queimando o rapaz. Se alguém tem culpa por termos vendido todo o banco de reservas e agora estarmos dependendo de jovens de 17/18 anos é a atual diretoria do Inter e você, inclusive, que foi diretor até recentemente.

11/08/2012 | 07h59 Denunciar

Siga zh_inter no Twitter

  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterContra o Vitória, Inter estreia no Brasileirão e tenta não repetir campanhas dos últimos anos http://t.co/0UQOCDpBt6 http://t.co/xirQlDsMnthá 16 horas Retweet
  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterContra o Vitória, Inter estreia no Brasileirão e tenta não repetir campanhas dos últimos anos http://t.co/qNyMIiXKrf http://t.co/upppYyZaw4há 16 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros