É mata-mata24/04/2012 | 22h50

Mobilização do Inter para pegar o Fluminense começou no domingo

Nas 78 horas que antecedem o confronto, D'Alessandro e Bolívar mostraram liderança

Enviar para um amigo
Mobilização do Inter para pegar o Fluminense começou no domingo Mauro Vieira/
No intervalo contra o Veranópolis, D'Ale puxou a oração e time voltou mais empolgado Foto: Mauro Vieira

A mobilização para enfrentar o Fluminense, nesta quarta, começou no intervalo do jogo contra o Veranópolis, no domingo. Quando os jogadores chegaram ao vestiário, D’Alessandro chorava em um canto. Havia sofrido lesão muscular 20 minutos antes e sabia que estaria de fora do primeiro confronto com os cariocas pelas oitavas de final da Libertadores.

Ao perceber a chegada do time, D’Ale enxugou rápido as lágrimas, encheu o peito de ar e ergueu a cabeça. 

— D’Alessandro ficou louco com a lesão. Sabe da sua importância. E sabia que ficar com cara de lamentação poderia abater os demais — disse uma pessoa com acesso ao vestiário.

D’Ale assistiu ao segundo tempo no reservado, puxou a oração e, mesmo fora de combate, foi expoente das 78 horas que precedem o confronto.

Veja mais:
Serviço completo do jogo entre Inter e Fluminense pelas oitavas da Libertadores

Mais importante do que D’Ale só Bolívar. Está na reserva, mas segue com o posto de general do grupo. Na segunda-feira, Dorival Júnior reuniu os jogadores na sala de conferências, chamada por eles de sala branca, pela cor das poltronas e das paredes. Apresentou a ideia de antecipar a concentração para aquele mesmo dia.
 
— Qual a tua opinião, Bolívar? — quiseram saber os jogadores.

O ex-capitão respondeu sem pestanejar. Era momento de se refugiar, de dormir e acordar pensando no jogo. Se o Fluminense havia chegado a Porto Alegre na segunda-feira, por que o Inter ficaria apenas uma noite concentrado? Depois do treino de segunda-feira, o time seguiu direto para o Blue Tree, nos altos da Avenida Lucas de Oliveira.

No jantar, os jogadores falavam apenas de Libertadores. Lembravam de 2011, quando Santos e Peñarol ficaram em segundo na primeira fase e fizeram a final. Recordaram também da edição de 2010. O Corinthians, melhor primeiro colocado, caiu para o Flamengo, o pior entre os segundos. Exemplo com o mesmo tamanho do desafio do Inter agora.

Nesta terça, antes do treino, Dorival voltou à sala branca com o grupo. Desta vez para esquadrinhar o Fluminense. A sala tem TV de alta definição, projetor, mas Dorival usou mesmo a palavra. Só recorreu à imagem em lances específicos. A conversa durou 30 minutos. Foi a palestra para o jogo. O técnico evita as preleções.

Eram 16h37min quando os jogadores pisaram no gramado do Beira-Rio. Os 19ºC que antecipam o inverno obrigaram todos a usar o agasalho vermelho da Nike. Quatro minutos depois, Kleber subiu as escadas do túnel. Estava de meias e carregava as chuteiras sob o braço. Posicionou-se entre Zé Mário e Jô, calçou-se e participou do aquecimento. Elton chutou uma bola em sua direção. Ele devolveu com chute seco, de esquerda. Oscar fez o mesmo, Kleber repetiu o chute – sinal de recuperação das dores musculares na coxa direita.

Os jogadores ainda aqueciam quando D’Ale saiu do departamento médico e apareceu na beira do campo. De chinelos Havaianas, meias, calção cinza e camiseta térmica vermelha, gritou para Oscar:

— O Messi errou um pênalti. Está 2 a 1 para o Barcelona contra o Chelsea.

— Errou? – surpreendeu-se Oscar.

Um minuto depois, Dorival ordenou que o segurança Trajano convidasse a imprensa a deixar o gramado. Dorival havia reunido 11 jogadores de linha no centro do campo – entre eles, Fabrício e Kleber. Como os repórteres deixavam o local a passos lentos, o técnico engrossou o mistério. Chamou também Jajá. E fechou o treino – pela segunda vez neste ano. Só havia fechado o Beira-Rio para o último Gre-Nal.
 
— Repensei minha forma de trabalhar. Nestes momentos, convém fechar o treino – explicou na coletiva. 

— E o time? – indagou um repórter.

— Tenho duas dúvidas. Uma é o Kleber, a outra é por questão de característica – encerrou.

 



Confira um lista com os bares para assistir a Inter x Fluminense
A partida será transmitida pela RBS TV

Comentar esta matéria Comentários (11)

Elias

...o INTER morre hoje em casa, infelizmente não tem time para ganhar do FLU e muito menos ser campeão da Libertadores.

25/04/2012 | 17h10 Denunciar

Gaspar Hickmann

Bolivar e D'Alessandro mobilizando alguma coisa? Então só pode ser prá aumentar o valor do bicho. Realmente, estamos perdidos... Como colorado, quero ver meu time campeão, mas a razão não me deixa ser tão cego de paixão. Em certas ocasiões da vida, as derrotas são mais importantes que as vitórias

25/04/2012 | 15h44 Denunciar

vanderlei

FORAM PRA ONDE???NO MINIMO DEVE SER UMA PENSÃO. Á NÃO UM HOTEL SETE ESTRELAS. HUMMMM. GANHARAM O QUE? NADA! PRA QUE TANTA MORDOMIA. OLHA UM PENSÃO XUBREGA ESTÁ DE BOM TAMANHO. CHEGA DE MORDOMIAS, TÃO JOGANDO MUITO POUCO PRA TUDO ISSO. QUE COISA.E OLHA QUE SOU COLORADO .

25/04/2012 | 15h02 Denunciar

João Batista

Sr. Luigi, não seria mais inteligente aplaudir esses três grandes ídolos do clube (Abel, Edinho e Sóbis)? Durante o transcorrer da partida, obviamente, o apoio deverá ser total ao time do Inter. As vaias poderão motivá-los ainda mais, podendo ter um efeito inverso. Pensem bem irmãos colorados ...

25/04/2012 | 14h34 Denunciar

frdfr

Hmmm, acho que vamos tomar gol pela direita novamente, já vi este filme ante s... pela direita de defesa ...

25/04/2012 | 12h36 Denunciar

Raul

Se dependermos do Bolívar, adeus libertadores. Ele sempre é o primeiro a se manifestar. Antes do jogo com o Juan Aurisch: " Não podemos errar". Quem falhou/errou? Ele, "a estátua general".

25/04/2012 | 10h24 Denunciar

Luciano Pugliessi

Chega de enaltecer jogadores cuja única virtude tem sido a de pregador de igreja evangélica! A torcida Colorada não precisa e não quer a tal "liderança de vestiário"(bobajada). Jogador tem que jogar bem e, se não o fizer, vá procurar emprego em outro lugar. Que os podres sejam varridos do Beira-Rio

25/04/2012 | 09h46 Denunciar

ADIR PAULO

Já começamos mal, o Dorival pedindo opnião pro Bolivar, esse cara já foi , é muita burrice em um homem só, o que tem que se fazer é ter vergonha na cara, humildade, coragem,não ser covardes como ultimamente, entrar em campo e jogar, o resto é lorota, como diz o Tite falam muito, e jogor bola nada.

25/04/2012 | 08h43 Denunciar

ADIR PAULO

Pobre Dorival, não aprendeu ainda que se ganha jogo em campo, quando é onze contra onze, do que adianta esconder quem sai jogando se quando entram ficam igual a baratas tontas, sem saber o que fazer, sem ter noção de fazer uma jogada, esconder o que, as besteiras que fazem em campo só pode ser isso.

25/04/2012 | 08h35 Denunciar

Sandro Rodrigo

Como diz o Guerrinha : " vai perder motivado ! "

25/04/2012 | 07h13 Denunciar

JOJÔ BORGES

Por causa destas matérias que insistem em chamar este PRAGA do BOLÍVAR de general, que nosso time vem penando !! Este falso líder, se fosse preocupado com o Inter já tinha saído há muito tempo. Mas pergunto qual time iria querer este péssimo zagueiro ??? Nenhum !! BOLÍVAR é ex jogador !!!

25/04/2012 | 01h06 Denunciar

Siga zh_inter no Twitter

  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterAbel mantém o time e Inter pode ter Valdívia no lugar de Alex http://t.co/M0CPntxr5x http://t.co/5UnEVsP7yRhá 2 horas Retweet
  • zh_inter

    zh_inter

    ZH InterFOTO: aniversariante do dia, Jorge Henrique recebe flores da mulher- http://t.co/8A5qjGFuRohá 2 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros