Drible na Justiça21/07/2012 | 16h41

Impunidade: Torcedores proibidos de entrar no Olímpico e no Beira-Rio continuam nos estádios

Ao ignorar as ordens da Justiça, jovens envolvidos em pancadarias desmoralizam autoridades e os dois maiores clubes gaúchos

Enviar para um amigo
Com a mão direita indo e vindo em frente à testa, Jeferson Rodrigo Kuchinski, 23 anos, é o retrato da liberdade enquanto pula e canta “dá-lhe ô, dá-lhe ô, dá-lhe Grêmio, dá-lhe ô”.

Em página especial, leia todas as reportagens da série Drible na Justiça

O Grêmio perderia aquela partida por 1 a 0 contra o Atlético-MG, em pleno Olímpico. Mesmo assim, sem nenhum constrangimento, Jeferson postaria no dia seguinte, no Facebook, fotos do seu entusiasmo em meio à Geral, a principal torcida organizada do clube. Não havia motivos para se esconder: as autoridades nunca deram sinais de que cobrariam sua presença na 2ª Delegacia de Polícia da Capital, onde ele deveria estar naquela tarde de 1º de julho.

Uma semana depois, Gabriel Maidana Bassani, 23 anos, prefere a discrição enquanto assiste à vitória do Inter sobre o Cruzeiro por 2 a 1, no Beira-Rio. Não veste a camisa do time. Não acompanha a cantoria da Super Fico, a torcida da qual faz parte. E demonstra desconforto quando uma máquina fotográfica parece apontar em sua direção.

– Sem foto, sem foto! – grita ele para um torcedor de câmera em punho.

Gabriel sabe que seu destino correto, naquele dia, seria a 20ª Delegacia de Polícia – situada a sete quarteirões dali.

A presença dele no Beira-Rio – e a de Jeferson no Olímpico, ambas flagradas por ZH – revela como uma legislação bem-intencionada, cujo princípio seria impedir arruaceiros de ingressar nos estádios, sucumbe à frouxidão do poder público e dos próprios clubes. Desde fevereiro, quando se envolveram em uma pancadaria antes de um Gre-Nal (leia no texto abaixo), Jeferson e Gabriel estão proibidos por seis meses de torcer nas arquibancadas.

Outros dois rapazes detidos no mesmo tumulto, o gremista Thiago Araújo da Rosa e o colorado Antonio Flávio Valadão de Almeida, também ignoram a ordem judicial: jamais se apresentaram à polícia em dias de jogos. E a polícia nunca alertou a Justiça sobre suas ausências.

– Não fui nenhuma vez à delegacia. Não me cobraram nada até agora, ninguém me ligou. Parei de ir ao estádio por questões pessoais, mas se quisesse poderia ter ido – avalia Thiago, 29 anos, para em seguida expor sua conduta como “torcedor”. – Já me meti em muita briga de torcida. Se tiver que brigar, brigo sim. Tenho que defender meus amigos, defender meu clube.

Em 26 de março, o Grêmio recebeu um ofício do juiz Amadeo Ramella Buttelli, do 2º Juizado Especial Criminal (Jecrim), pedindo que fiscalizasse a entrada de Thiago e Jeferson no Olímpico. Três dias depois, sem qualquer empecilho, Jeferson já ingressava no estádio para assistir à partida contra o Avenida, vencida pelo Grêmio por 4 a 0. Ele mesmo publicou no Facebook uma foto fazendo pose dentro do Olímpico.

A mesma inação se repete no Inter: jamais o clube tomou providências para barrar a entrada dos colorados infratores, como o juiz Buttelli solicitou em 21 de março. Na 20ª DP, onde Gabriel e Antonio deveriam se apresentar no último dia 8, enquanto o Inter vencia o Cruzeiro no Beira-Rio, a funcionária de plantão informou que um deles chegou a comparecer uma vez, mas “isso já faz tempo”:

– Sei lá, acho que faz uns quatro meses. Nem lembro o nome dele.

Não é o que apontam os registros da delegacia. Nenhum torcedor cumpriu a medida um dia sequer.

Duas brigas no mesmo dia

Enquanto o Olímpico trepidava com o Gre-Nal na noite de 5 de fevereiro, o ambiente era carrancudo em uma pequena sala do estádio. No posto do Juizado Especial Criminal (Jecrim), o juiz Marco Aurélio Martins Xavier interrogava os torcedores envolvidos no tumulto horas antes do jogo.

Os gremistas, segundo o boletim de ocorrência, haviam promovido uma chuva de pedras, garrafas e pedaços de pau contra os PMs que escoltavam a torcida do Inter. Para piorar, no meio da escolta colorados iniciaram uma briga entre si.

– Alguns queriam revidar o ataque dos gremistas, mas outros tentavam impedi-los. Prendemos quem defendia o revide – recorda o sargento Cristiano Bildhauer, ferido com uma pedrada naquele dia.

Dois torcedores do Grêmio, Jeferson Rodrigo Kuchinski e Thiago Araújo da Rosa, aceitaram uma transação penal: estariam livres de responder a um processo na Justiça desde que ficassem longe do Olímpico por seis meses, apresentando-se à 2ª Delegacia de Polícia no horário das partidas. Ou seja, estavam impedidos de retornar às arquibancadas até 5 de agosto de 2012.

No caso dos colorados, a medida foi idêntica, alterando-se os locais: Antonio Flávio Valadão de Almeida e Gabriel Maidana Bassani deveriam se afastar do Beira-Rio pelo mesmo período, apresentando-se à 20ª Delegacia de Polícia sempre que o Inter jogasse em seu estádio.

Trata-se de uma sanção prevista no Estatuto do Torcedor. Elogiada por especialistas, a ideia é impor aos torcedores arruaceiros uma punição educativa, evitando entupir o Judiciário com novos processos. A lei só vale para réus primários. Mesmo aceitando o acordo com a Justiça, os quatro detidos naquele dia negaram participação no motim antes do Gre-Nal.

Mas, quando o juiz encerrou a audiência, lembra o sargento Bildhauer, os gremistas decidiram aguardar os colorados na saída.

– Deu um bolo mesmo. Eles (os colorados) tinham xingado a gente lá no Jecrim. Aí, fomos para cima deles – relembra Thiago.

Comentar esta matéria Comentários (38)

Jonas Augusto O A

Não concordo com esta crítica aos clubes.Creio que seja IMPOSSÍVEL fazer este controle,pois desta maneira amarraria a entrada dos torcedores no estádio.NÃO SE PODE TRANSFERIR A RESPONSABILIDADE do Estado para os clubes.Os responsáveis (a justiça) tem que assumir a responsabilidade.continua...

23/07/2012 | 10h53 Denunciar

Nicolas Marconi

HAHAHA QUE GORDO XONHO ESSE JEFERSSON.. DÁ PARA ENTENDER O RECALQUE DESSE PULHA.

22/07/2012 | 23h54 Denunciar

Renato Luiz

Culpar os clubes é muito facil. Quem deveria se responsabilizar e a polícia civil que mesmo vendo esta irregularidade, fica de braços cruzados. não cumprindo com a sua obrigação.

22/07/2012 | 22h59 Denunciar

ivan Lima

O JUDICIARIO GAUCHO É FROUXO. E TENHO DITO.

22/07/2012 | 18h41 Denunciar

Paulo

Onde está o "atuante" MP gaúcho? Quando não tem holofotes eles desaparecem.

22/07/2012 | 14h35 Denunciar

luciano

São todos uns insanos, malucos, marginais e covardes. E os clubes não fazem nada; pois muitos destes são filhos ou parentes próximos de conselheiros.

22/07/2012 | 12h39 Denunciar

Carlos

Não acredito no que li:"DEFENDER MEU CLUBE" Brigar por causa de futebol? Ainda se fosse pelos direitos dele como cidadão: Direito a educação, saúde, segurança... coisas que ele não tem e precisa. Ótimo é para os governantes saberem disso. O povo briga pelo seu clube mas não pelos seus direitos.

22/07/2012 | 12h38 Denunciar

PAULO BRUM

Desmoralização total das entidades sérias. Não adianta briga de empurra entre Judiciário e Polícia, é vergonhoso o que mostra essa notícia. Os outros torcedores que apenas querem ir ao jogo sentem-se amedrontados pela violência gratuita. Entendem agora porque somo um país da piada pronta?

22/07/2012 | 12h05 Denunciar

Jorge

Qual é a vantagem da existência de "torcida organizada"? Porque um clube precisa deste tipo de organização? Eu não vejo explicação. Dirigentes dos clubes devem acabar com qualquer privilégio com estes grupos!

22/07/2012 | 11h33 Denunciar

melissa

Juízes e delegados ganhando salários polpudos, para quê? Nem na comunicação funcionam, imagina na observância e cumprimento das leis. Brasil, um país falido.

22/07/2012 | 11h30 Denunciar

rodrigo caser

Defender o que? São uns ignorantes. Esses tipos de "torcedores" a dupla grenal não precisa. Fora marginais.

22/07/2012 | 11h27 Denunciar

Rodrigo

Pequenas torcidas organizadas, grandes facções criminosas. Extinção total já dessa escória que só serve para brigar, não só no RS mas em todo o país. Estádio é lugar para torcedor e não para marginal. E convenhamos: se proibir entrada no campo não resolve, cadeia nesses bandidos. Cadê a justiça?

22/07/2012 | 11h19 Denunciar

leandro

Ingenuidade do povão.A justiça não controla assassinos, estupradores,ladrões e por ai afora e vçs querem que ela a justiça controle marginais de arquibancada ?? Por favor deixem de crer em justiça e digo mais a sorte de quem acorda e consegue chegar vivo em casa.Dizem que é o Estado modelo do Br

22/07/2012 | 11h02 Denunciar

IVO COSTA

Nunca vai ter polícia suficiente para regimentar um povo que não sabe exercer a liberdade com responsabilidade.Estão dando direitos demais e deveres de menos,a coisa vai é piorar cada vez mais!

22/07/2012 | 10h47 Denunciar

MARCOS FERRAZ

lEIS FRACAS + IMPUNIDADE= ANARQUIA

22/07/2012 | 08h02 Denunciar

André Santos Meneghini

É uma vergonha termos os estádios invadidos por vandalos. Não podmos levar nossos filhos para curtirem um jogo de futebol sem estarmos com medo de er atingido por uma pedra, um pau... Fora organizadas!!!!!!!!!

22/07/2012 | 07h46 Denunciar

carlos alberto

Esses caras não são torcedores, são arruaceiros que usam qualquer pretexto para agirem como marginais. Ainda vivem aquela idéia de quem bate mais é mais homem. Ora, estádio de futebol é apenas para torcer pelo seu time e não ser ser sob nenhuma hipótese motivo para agressões e atos de selvageria.

22/07/2012 | 07h34 Denunciar

leonardo

Este é o tipo de reportagem que faz a diferença. Que o MP se mexa para mudar essa realidade.

22/07/2012 | 03h27 Denunciar

claudio r r ferreira

acabo de ler ZH dominical e vejo um erro na sentença do juiz, ele estipulou o prazo errado, era colocar assim - RELATORIO MENSAL e não RELATORIO FINAL, aí sim o delegado ficaria facil. Esse malandros apenas usaram o erro juridico para não cumprir.

22/07/2012 | 00h35 Denunciar

Rafael

Bonito é ver como age o M.P., primeiro aparecem como se fossem xerifes, depois lavam as mãos "aceitando acordos" e jogando o abacaxi pros outros descascar (no caso pra polícia), é brincadeira .

22/07/2012 | 00h23 Denunciar

Fabrício Mendes

Que Justiça? Pensem um pouco quanta gente não respeita essa tal justiça! POLÍTICOS, POLICIAS, EMPRESÁRIOS E TANTOS MAIS.Justiça ausente que só aparece quando o GOVERNO tem algum interesse.Não me espantei nem um pouco em saber que eles ainda vão aos estádios.Tem gente que esta PRESA e vai pra casa.

22/07/2012 | 00h04 Denunciar

Marcelo .M

E simples coloca uma coleira com explosivo, quando passarem a 1000m dos estádios explode, simples e resolvido.

21/07/2012 | 23h57 Denunciar

Marcelo .M

simples

21/07/2012 | 23h55 Denunciar

Matheus

Quem banca as organizadas? Não venham com esse papo de desmoralizar os clubes! A falta de moral parte de dentro dos clubes! Veja o Barcelona, tem pequenos grupos de torcedores, verdadeiros amigos, que se juntam para torcer. Sem receber ingresso e patrocinio da diretoria! Brasil é fiasco no futebol!

21/07/2012 | 23h23 Denunciar

Rafael

O discurso deles demonstra o nível de alucinação em que eles vivem. "Tenho que defender meu clube". Defender do quê??? Estupidez completa ... e quem sofre é o cidadão de bem.

21/07/2012 | 23h21 Denunciar

fabricio

da parte do inter nao sei , mas da parte do gremio a propria direçao é complice deste tipo de torcedor , no episodio dos banheiros quimicos do beira rio , uma semana depois foi oferecido um churrasco pela direçao do gremio a todos torcedores que armaram aquela confusao., e isto é fato confirmado..

21/07/2012 | 23h08 Denunciar

Valter

Eh por esse motivo que eu deixei de ir ao estadio!!! Sou sócio, mas prefiro assistir em casa! Ja reclamei varias vezes para o INTER dos marginais que la frequentam. Ja estou revendo a minha condição de sócio!!! Isso eh uma lastima!!! Pior ainda eh ter que aturar as torcidas organizadas!

21/07/2012 | 22h10 Denunciar

MARCOS

Mas é de responsabilidade sim de cada clube a permissão de entrada desses torcedores nos seus estádios.

21/07/2012 | 21h46 Denunciar

CARLOS RIBEIRO

E para que servem os oficiais de justiça? Será que as delegacia já não estão sobrecarregadas com serviço além da conta? As polícias tem que investigar e prender e agora querem que fiscalizem também o cumprimento da pena? Por favor!

21/07/2012 | 21h36 Denunciar

arnobio luiz

Esse é o retrato fiel de uma República de Bananas chamada Brasil....

21/07/2012 | 21h34 Denunciar

Tiago José

Uma vergonha que sinaliza que nossas "autoridades" não tem autoridade nenhuma e que está falha a estratégia de afastar bandidos dos estádios.Perdem todos,mas principalmente os clubes que afastam cada vez mais seus torcedores.Quanto ao Judiciário e a Polícia,estes,perdem cada vez mais crédito.Pena!

21/07/2012 | 21h33 Denunciar

Celso

Infelizmente a legislacao fraca e a mania de passar a mao por cima de "crimonosos" faz com que essas e outras situacoes sejam vividas. Em qualquer outra parte do mundo baderneiro pega cana e ainda paga multa. No BR, infelizmente, esses parias da sociedade continuam fazendo e ninguem os pega. Por que

21/07/2012 | 21h31 Denunciar

Jair Abreu

Onde esta o MP tão zeloso como mostrou ser no episodio da Interdição do B.Rio que não cuida disto.

21/07/2012 | 21h00 Denunciar

Derli Moreira da Silva

Justiça desmoralizada......normal. Vivemos num país corrupto, desmoralizado, leis ridículas, país podre, podreco......

21/07/2012 | 20h48 Denunciar

Neimar

É isso aí gente, quanto mais malandro melhor, faz e acontece e a impunidade continua frouxa, esta parecendo os politicos deste pais, fazem de tudo e não acontece nada. Isso é um retrato de nossa justiça, desmoralizada, sem credibilidade, perdeu o respeito perante a opinião publica,lamentável triste.

21/07/2012 | 19h42 Denunciar

gonçalves

de maneira alguma este controle deve ser feito pelos clubes. estes até poderiam conhecer melhor suas trocidas organizadas, acho que isso ajudaria muito na prevenção deste tipo de problema, no caso mostrado a responsabilidade seria toda das delegacias e dos próprios torcedores.

21/07/2012 | 19h40 Denunciar

gil

Se os torcedores tem que se apresentar na 2ª Delegacia de Policia da Capital em dias de jogos da dupla, Não é o clubre que tem que fiscalizar e sim os responsaveis pelas delegacias.Se não houve a apresentação deveria ser informado ao poder publico, a delegacia está sendo omissa.

21/07/2012 | 18h57 Denunciar

Joelmir

FILHOS DA p***. TODOS VOCÊS, MARGINAIS MISERÁVIS. QUE SE MATEM E SE DROGUEM BEM LONGE DOS ESTÁDIOS. Que volte o dia em que famílias podiam entrar em estádios e curtir jogos tranquilamente, sem medo de violência e roubos. Nenhum desses vagabundos representa as torcidas de Grêmio e Internacional.

21/07/2012 | 18h52 Denunciar

Siga zh_gremio no Twitter

  • zh_gremio

    zh_gremio

    ZH GrêmioGrêmio começa o Brasileirão com oito mudanças em relação à estreia de 2013 http://t.co/L1aqwMuKjc http://t.co/wiXsZmLOrWhá 2 horas Retweet
  • zh_gremio

    zh_gremio

    ZH GrêmioAutorizado pela Fifa, Olímpico começa a receber reparos para treinamento de seleções durante a Copa http://t.co/3pAq0tzyfehá 3 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros