Julgamento interno17/05/2012 | 17h59

Dois policiais são indiciados por excessos durante partidas do Gauchão

Policiais deverão cumprir penas administrativas, mas não serão excluídos da corporação

Enviar para um amigo
Dois policiais são indiciados por excessos durante partidas do Gauchão Andrea Graiz/clicRBS
"A investigação entendeu que o que aconteceu foi uma transgressão disciplinar", disse o tenente-coronel Correa Alves Foto: Andrea Graiz / clicRBS

Dois policiais foram indiciados por excessos durante partidas do Campeonato Gaúcho 2012. Os incidentes aconteceram nos dias 25 e 26 de março, durante a quarta rodada da Taça Farroupilha. No sábado, dia 25, um cachorro da Polícia mordeu o jogador Vanderlei, do Caxias, durante tumulto em partida contra o Novo Hamburgo. Já no domingo, um PM utilizou spray de pimenta contra o volante Alberto, do Cruzeiro, em confusão no jogo contra o Grêmio.

A sindicância da Brigada Militar apurou que houve excesso por parte dos dois policiais. Segundo o tenente-coronel do Comando da Corporação do Vale dos Sinos, José Nilo Correa Alves, os policiais serão julgados internamente.

— A investigação entendeu que o que aconteceu foi uma transgressão disciplinar por parte dos dois policias. Ambos irão responder a um procedimento administrativo disciplinar, e terão dez dias para se defender das acusações — explica ele.

Conforme o tenente-coronel, possivelmente os policiais cumprirão penas administrativas, mas não serão excluídos da corporação.

Leia mais sobre o assunto no blog Caso de Polícia.

Comentar esta matéria Comentários (14)

J***

GARANTO que deu essa midia porque é futebol, gente famosa.. se fosse contra bandido tava todo mundo aplaudindo. Queria ver as pessoas criticando se precisassem da brigada com alguem da familia em perigo. CLARO, cada um so olha pro seu umbigo.

18/05/2012 | 07h44 Denunciar

J**

Rodrigo... nao, eles nao recebem por isso!! Os policiais que estao no estadio estao no seu dia de folga ou em sequencia de 12(eu disse 12) horas de trabalho, e geralmente ficam ate a 1 da manha la pra conter os mer** que querem brigar por causa da droga desse futebol.

18/05/2012 | 07h41 Denunciar

Paulo A. Pereira

É lamentável que os policiais que alí estavam trabalhando, ainda correm o risco de serem punidos,pois jogadores profissionais de verdade não fazen badernas ou tentan agredir o juiz.Para o presidio deveria ir, quem faz um comentário contra os policiais que alí estavam garantindo a segurança do juiz.

18/05/2012 | 06h46 Denunciar

alexandre

Nossa policia e considerada a mais eficiente do nosso pais por alem de fazer diversos documentos que a maioria das outras só mente encaminham as ocorrências para as delegacias acho que devemos primeiro olhar um pouco mais para a situação dos nossos policiais para depois cobrar mais eficiência!

18/05/2012 | 02h50 Denunciar

alexandre

Nem um cidadão do rio grande do sul trabalha como nossos policiais que ao sair de uma jornada de trabalho de 12 horas noturnas tem que ir fazer outro trabalho de seis ou 8 horas durante o dia para poder sustentar sua família por que não recebem um salario digno,criticar e facil!

18/05/2012 | 02h39 Denunciar

alexandre

Não sei oque aconteceu realmente neste episodio mas não podemos generalizar nossa policia militar e sim olha com outros olhos para nossos policiais do rio grande do sul esses que hoje recebem estas criticas que acho no meu ver injustas, hoje nossa policia e a mais mal paga do brasil!

18/05/2012 | 02h35 Denunciar

Anderson Wenitt

O retardado que atropelou mais de vinte ciclistas em Porto Alegre esta solto. Agora, a policia tem que ser presa... ainda mais se usar um spray e não ter conversado com o cão sobre morder jogadores. PUTZ.. JA SEI AGORA PQ O TIRIRICA É DEPUTADO. Sempre tem um otário pra pensar e falar bobagem.

18/05/2012 | 02h11 Denunciar

Alexandre

Ler e estudar muito!!!

18/05/2012 | 02h09 Denunciar

André

O policial tem é que cruzar os braços e ficar apenas olhando quando der uma confusão entre jogadores e juízes. Aí não se incomoda, não é punido e nem é criticado.

18/05/2012 | 02h03 Denunciar

André

É um evento privado. O certo é o clube e a federação providenciarem a segurança dos jogos. E ainda falam em exclusão? É brincadeira né? E lendo certos comentários me dá cada vez mais ânimo de trabalhar como policial se é que me entendem.

18/05/2012 | 01h58 Denunciar

Renato

Acho isso uma palhaçada, quando a Brigada quer impor respeito, é denunciada, por isso que esta essa vergonha que vemos, uns querem corrir, outros são punidos(Brigadianos) Acho que a BRIGADA AGIO CERTO.

17/05/2012 | 22h51 Denunciar

manoel elias

Legal, legal, vão cumprir pena dentro do quartel? brincadeira, vão ficar de papo po ar, e ainda recebendo os salário sem trabalhar, e rindo dos jogadores que o cachorro mordeu e outro que levou spray de pimenta, tem que colocar os dois policiais no presidio.

17/05/2012 | 20h56 Denunciar

Igor Alexandre

É uma pena que isso aconteça somente neste caso, que foi televisionado. A polícia pratica todos os tipos de abusos diariamente e somente um ou outro é punido quando é estúpido o suficiente para fazê-lo diante das câmeras.

17/05/2012 | 18h43 Denunciar

Rodrigo

Porque a Brigada faz policiamento dentro dos Estádios que são privados? Os clubes pagam algum valor pelo serviço da Brigada? Os policiais são tirados das ruas para policiar os estádios?

17/05/2012 | 18h33 Denunciar

Veja também

clicRBS
Nova busca - outros