Copômetro ZH24/05/2012 | 05h43

De 17 obras da Copa, apenas sete saíram do papel em Porto Alegre

Maioria dos projetos previstos para a Capital segue presa à burocracia

Enviar para um amigo
De 17 obras da Copa, apenas sete saíram do papel em Porto Alegre Lauro Alves/Agencia RBS
Corredor de ônibus da Protásio Alves é uma das obras já iniciadas na Capital, mas a maioria continua apenas no papel Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Razões como a demora na confecção de projetos de engenharia, o peso da burocracia estatal, contestações da população e ações judiciais de empresas que perderam licitações atrasam o início das obras da Copa 2014 em Porto Alegre.

Na Capital, apenas sete dos 17 projetos consideradas fundamentais para o Mundial estão em andamento – ou seja, 60% das obras ainda seguem no papel.

Na quarta-feira, em Brasília, cinco ministros divulgaram um balanço semestral. No país, ainda faltam começar 40% das obras em aeroportos e mobilidade urbana. Cerca de 10% dos R$ 27 bilhões em dinheiro público previstos para financiar os projetos nacionalmente foram utilizados até agora, a dois anos e 20 dias do Mundial. Mesmo que os atuais cronogramas sejam cumpridos, 15% das obras do país já têm previsão de conclusão em 2014, às vésperas dos jogos.

Em Porto Alegre, o quadro poderia ser diferente caso o cronograma utilizado em dezembro pelo setor público tivesse sido cumprido. Na época, a meta era que oito obras tivessem se iniciado na cidade, mas apenas o recapeamento dos corredores da Bento Gonçalves e da Protásio Alves para receber linhas rápidas de ônibus (BRT) saiu das pranchetas.

Nos projetos da duplicação da Voluntários da Pátria e do complexo da Rodoviária, os contratos não foram assinados por conta de recursos judiciais. Na Anita Garibaldi, moradores pediram a preservação de 33 árvores que seriam derrubadas com a trincheira sob a Terceira Perimetral. A contratação de um estudo para realocar as plantas custou dois meses.

— As obras são feitas dentro de uma cidade viva e estamos sujeitos a esse percalço. emos dois anos para concluir tudo. É um desafio, mas administrável — garante o secretário Urbano Schmitt, que acumula as pastas da Gestão e da Copa na Capital.

No momento, uma obra já tem previsão de término para depois do Mundial de 2014: o viaduto estaiado no cruzamento da Bento Gonçalves e da Terceira Perimetral. Com início previsto para julho e 24 meses de construção, será inaugurado após a final da competição. A prefeitura ainda tentará acelerar a obra junto à construtora.

— Porém, nosso foco é o legado que as obras deixarão. Não vamos sacrificar a qualidade para deixar o viaduto pronto até a Copa — avisa Schmitt

Em gráfico, veja como está o andamento de cada obra:

Comentar esta matéria Comentários (13)

Thiago Benites

É sempre bom recebermos visita em nossa casa, mas não devemos comprometer a qualidade de vida e a segurança das pessoas que perpetuam na cidade. Não sobrevivemos de futebol, e por isso não devemos nos submeter a correria só por isso.

24/05/2012 | 13h16 Denunciar

marco

Realmente o Beira Rio era boi de piranha. Falavasse nele e o resto não tinha(tem) nada. Com o fim do problema do Beira Rio, esta aparecendo a situação real. A culpa da "perda" do Torneio das Confederações, agora estamos vendo que não foi do INTER.

24/05/2012 | 11h34 Denunciar

JONAS

Semana passada foi mencionado na Folha de São Paulo que Porto Alegre é a capital mais atrasada nas obras para a Copa (não estou nem falando do estádio). A frase "Não ficará pronto pra Copa, mas POA terá tal obra" está soando normal já; e assim a gente vai tolerando este descaso pro Mundo ver em 2014

24/05/2012 | 11h31 Denunciar

JONAS PETER

Eu acho demagogo demais essas afirmações dos responsáveis pelas obras: "Não faremos de qualquer jeito, porque o que importa é o legado"! Não vamos nos assustar se este discurso será moda às vésperas da abertura do Mundial... e ainda estarão todos estes incompetentes querendo aparecer como herois!

24/05/2012 | 11h21 Denunciar

Prejuízo deve ser cobrado

Construtora que perde concorrência e entra na justiça e é derrotada na justiça deve pagar indenização, pois já é recorrente este tipo de atitude mesmo sem motivo algum, é o tal do se colar colou....levar vantagem sempre ........

24/05/2012 | 10h51 Denunciar

Urbanista Fabiano

(continuação da mensagem) A Obra fundamental para a cidade de Porto Alegre é sem dúvida nenhuma, não apenas uma nova linha de metrô (que escuto falar que vai sair desde meus 16 anos e atualmente tenho 34), mas uma malha que envolva toda a cidade.

24/05/2012 | 10h12 Denunciar

Urbanista Fabiano

Sou Arquiteto e Urbanista, sei que Porto Alegre precisa preservar suas árvores, pois sem elas: prejudicaremos nossa qualidade de vida... Sei também que NOSSA PoA necessita de menos carros nas ruas e uma malha de metrô eficiente presente em TODA a cidade e região metropolitana. (a mensagem continua)

24/05/2012 | 10h11 Denunciar

colorado

Pois é... E a imprensa é conivente com isso. Fizeram um estardalhaço no caso do Beira-Rio porque queriam levar os jogos para o plano B (areninha do time da série B). Enquanto isso as obras da cidade se arrastam e por politica não se comenta o assunto. Lamentável a postura da nossa imprensa.

24/05/2012 | 09h27 Denunciar

Tiago

Só pode ser piada mesmo, pois esta "obra" já começou a pelo menos 3 meses e não progrediu quase nada, sério, absurdo!!! Uns 300 metros de pista e só escavação...pode passar ali QUALQUER horário...Estas licitações são uma piada, o governo é uma piada! Enfim, essa Copa do Mundo...é uma piada.

24/05/2012 | 08h55 Denunciar

Flavio BR

O futebol é uma invenção do diabo que deus abençooou! Em breve surgirão dezenas de estudos sobre a FUTEBOLOGIA - a ciência do desenvolvimento humano pela utilização da esfera de couro como fator de estímulo sensorial cognitivo!

24/05/2012 | 08h47 Denunciar

FERNANDO

E AINDA TEM IMBECIL,CABEÇA INCHADA DE GREMISTA QUE FALA POR AI QUE A COPA DAS CONFEDERAÇÕES NÃO VAI ACONTECER EM PORTO ALEGRE POR CULPA EXCLUSIVA DO INTER. TEM QUE SER BURRO MESMO OU CEGO.

24/05/2012 | 08h43 Denunciar

Adriano

O que me causa estranheza (e revolta) é ver o prefeito e demais autoridades dando entrevistas "afirmando que está quase tudo pronto". por que mentem tanto para o povo?!

24/05/2012 | 07h58 Denunciar

Nando

É só dar o tempo de as obras poderem ser feitas de maneira emergencial e ai tudo vai andar! Aí o dinheiro fica liberado, adeus valores apurados nas licitações originais..., realmente é uma vergonha.

24/05/2012 | 07h32 Denunciar

Siga @zh_esportes no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros