Puxado pelos impostos27/02/2014 | 11h01

Serviços e impostos foram os principais responsáveis pelo PIB no quarto trimestre de 2013

Energia elétrica e telecomunicações subiram acima da média, o que impactou na arrecadação do ICMS

Enviar para um amigo

O crescimento de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre de 2013 foi puxado pela alta de 0,7% no setor de serviços e pela alta do volume de impostos no período.

– Dá para ver que o volume dos impostos cresceu mais do que o valor adicionado. Então, ele puxou o PIB – disse a gerente de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rebeca de La Rocque Palis.

Alta nos investimentos pode ser bom sinal para economia; leia análise

No quarto trimestre, o valor adicionado ao PIB cresceu 0,5%. O restante da taxa, portanto, veio dos impostos, segundo a gerente.

– O que mais puxou foi o ICMS, que recai muito na parte de energia elétrica e telecomunicações, duas atividades que cresceram acima da média em 2013 – diz Rebeca.

Crescimento do PIB brasileiro foi o terceiro maior do mundo

Na comparação com o quarto trimestre de 2012, o crescimento de 1,9% também seguiu essa lógica. O valor adicionado ao PIB cresceu 1,7%, enquanto o volume de impostos sobre produtos avançou 3,1% nessa comparação.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga perfis de Economia no Twitter

  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaEspecialista diz que "bolha imobiliária" vai estourar depois da Copa. http://t.co/doxeokf18Whá 6 horas Retweet
  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaRT @Leogerchmann: Opositor argentino Sergio Massa, possível candidato presidencial, manteve na Fiesp reunião com empresários brasileiros de…há 1 diaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros