Economia do governo30/01/2014 | 18h05

Superávit primário de 2013 é o menor desde 2009

Economia de R$ 77 bilhões representa 1,6% do Produto Interno Bruto

Enviar para um amigo

As contas do governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social) apresentaram em 2013 um superávit primário de R$ 77,07 bilhões, o que equivale a 1,60% do Produto Interno Bruto (PIB). Este é o menor valor desde 2009, quando o superávit primário foi de R$ 39,43 bilhões (1,2% do PIB). O resultado fiscal ficou um pouco acima do que já havia sido antecipado pelo ministro Guido Mantega no início do mês.

Em dezembro, o superávit primário do governo central foi de R$ 14,53 bilhões. Os dados mostram que o Tesouro Nacional apresentou superávit de R$ 9,36 bilhões em dezembro, acumulando saldo positivo de R$ 128,246 bilhões no acumulado de 2013.

Por outro lado, a Previdência Social apresentou déficit primário de R$ 5,45 bilhões em dezembro e, no ano, resultado negativo de R$ 49,85 bilhões. As contas do Banco Central (BC) ficaram com déficit primário de R$ 288 milhões em dezembro. No acumulado de 2013, o resultado foi um déficit de R$ 1,31 bilhão.

Siga perfis de Economia no Twitter

  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaEspecialista diz que "bolha imobiliária" vai estourar depois da Copa. http://t.co/doxeokf18Whá 23 horas Retweet
  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaRT @Leogerchmann: Opositor argentino Sergio Massa, possível candidato presidencial, manteve na Fiesp reunião com empresários brasileiros de…há 1 diaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros