Reforço no polo21/03/2013 | 16h48

Terraplenagem marca início das obras do Estaleiro Brasil, em São José do Norte

EBR será o maior complexo do polo naval gaúcho e deverá gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos

Enviar para um amigo
Terraplenagem marca início das obras do Estaleiro Brasil, em São José do Norte Guga_VW/Especial
Maquinário foi transportado de balsa de Rio Grande para São José do Norte Foto: Guga_VW / Especial
Foi iniciado na tarde desta quinta-feira o que pode ser considerado o marco inaugural da construção do Estaleiro Brasil (EBR), o maior do polo naval gaúcho. O maquinário que fará a terraplenagem nos 1,5 milhão de metros quadrados de área a ser construída foi transportado de Rio Grande para São José do Norte. A empresa rio-grandina Codel será a responsável pela execução desta etapa, que tem previsão para durar cerca de quatro meses.

Segundo a coordenadora administrativa de contratos da EBR, Marta Krafta, as contratações por parte do estaleiro ainda não começaram e estão seguindo o planejamento do cronograma de obras. A primeira etapa será exclusivamente da Codel. 

O engenheiro Ademildo Moraes, gerente do contrato, informou que no pico desta fase, 50 pessoas serão contratadas. No início, 30 funcionários atuarão. Os turnos serão de dez horas, com possibilidade de extensão de acordo com a necessidade da obra. Para evitar sobrecarga no transporte público de passageiros entre Rio Grande e São José do Norte, a empresa disponibilizará um serviço próprio para enfrentar o canal Miguel da Cunha, que separa as duas cidades.

O terreno é arenoso e as etapas consideradas mais difíceis são a retirada da vegetação e a dragagem do cais do local.

— Por isso que consideramos a possibilidade de demorar um pouco mais do que quatro meses. Como há muito a ser preparado, acreditamos que demoraremos uns 40 dias para conseguir a instalação completa do pessoal e do maquinário. A partir daí, sim, poderemos contar quatro meses — explica Moraes.

O empreendimento de São José do Norte tem previsão de cerca de R$ 1,2 bilhão de investimentos. A expectativa é de criar mais de 20 mil empregos, entre diretos e indiretos. São José do Norte possui 25 mil habitantes.

A EBR foi a vencedora da disputa de preços da licitação para construção de módulos e integração das plataformas P-74 e P-76, da Petrobras. O valor da encomenda gira em torno de R$ 3 bilhões.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga perfis de Economia no Twitter

  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaRT @EstadaoEconomia: Eike Batista canta ‘Lepo Lepo’ em comercial http://t.co/uRx7sw56BQ http://t.co/CZ92DkrOWqhá 20 horas Retweet
  • farina_erik

    farina_erik

    Erik FarinaRT @Flaviadocanto: Amanha começa a feira do peixe e o procon vai disponibilizar balanças do inmetro p os consumidores http://t.co/TpMTWnBpQPhá 1 diaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros