Memória20/08/2012 | 02h21Atualizada em 21/08/2012 | 10h03

Morre o diretor inglês Tony Scott

Conhecido por títulos como “Top Gun” e “Incontrolável” , Tony Scott tinha 68 anos

Enviar para um amigo
Morre o diretor inglês Tony Scott Gus Ruelas/AP
Tony Scott era irmão do também diretor Ridley Scott, de quem era sócio em uma produtora Foto: Gus Ruelas / AP

O diretor inglês Tony Scott, famoso por blockbusters de ação como Top Gun e Chamas da Vingança, morreu neste domingo.

O cineasta e produtor, irmão do também diretor Ridley Scott, teria se jogado de uma ponte em San Pedro, cidade portuária da Califórnia.

Scott tinha 68 anos. De acordo com a polícia de Los Angeles, teria sido encontrado em seu automóvel um bilhete – cujo conteúdo não havia sido revelado até o início da tarde de ontem. Scott teria pulado da ponte por volta de 12h30min (16h30min, horário de Brasília) de domingo. Seu corpo foi resgatado cerca de quatros horas depois. Segundo a rede americana de TV "ABC News", Scott tinha um tumor no cérebro considerado inoperável.

Scott dirigiu 24 produções, entre longas de ficção, curtas e documentários. Seu auge como chamariz de bilheteria se deu nos anos 1980. Dirigiu um dos filmes de maior bilheteria de década, Top Gun, que arrecadou US$ 176 milhões e estabeleceu o nome de Tom Cruise como astro. Cruise voltaria a trabalhar com Scott em Dias de Trovão, ambientado no universo do automobilismo. Ao longo de sua carreira, Scott dirigiu, além de Cruise, astros como Kevin Costner, Christopher Walken, Will Smith e Eddie Murphy, mas o ator recorrente em sua filmografia foi Denzel Washington, com quem trabalhou em cinco filmes: Maré Vermelha, Chamas da Vingança, Déjà Vu, O Sequestro do Metrô 123 e Incontrolável.

Ao longo de mais de 40 anos de carreira, Scott passou de um nome que havia despertado o interesse positivo da crítica pela estilosa reinvenção do vampirismo em Fome de Viver, com Susan Sarandon e Catherine Deneuve, para um operário do cinema de ação. Seus filmes têm como principais características o tratamento gráfico da violência, uma montagem que vai do ágil ao nervoso, por vezes misturando mais de uma tomada na mesma cena, e um uso bastante estilizado da luz, artificial ou natural, despejando-se por frestas e aberturas ou ofuscando a visão dos atores em contraluzes dramáticos.

A partir dos início dos anos 2000, Scott também foi um ativo produtor de cinema e TV. No cinema, produziu o filme mais recente do irmão, Prometheus, além de dramas familiares e filmes de ação. Ridley e Tony eram sócios na produtora de TV Scott Free, responsável por séries de sucesso da CBS, como Numb3rs e The Good Wife, ou minisséries como Os Pilares da Terra, adaptação do best-seller de Ken Follett. Scott era casado desde 1994 (depois de dois divórcios anteriores) com a atriz Donna Scott, com quem tinha dois filhos.

Os principais filmes:

Incontrolável (2010)
O Sequestro do Metrô 123 (2009)
Déjà Vu (2006)
Domino (2005)
Chamas da Vingança (2004)
Jogo de Espiões (2001)
Inimigo do Estado (1998)
Estranha Obsessão (1996)
Maré Vermelha (1995)
Amor à Queima Roupa (1993)
O Último Boy Scout (1991)
Dias de Trovão (1990)
Vingança (1990)
Um Tira da Pesada II (1987)
Top Gun – Ases Indomáveis (1986)
Fome de Viver (1983)

Comentar esta matéria Comentários (1)

Carlos Eduardo de Oliveira

Ele era um cinesta de visão assim como seu irmão Ridley Scott,tenho certeza que na terra da Rainha haverá um enterro digno de Tony Scott,apesar de fontes dizerem que ele teria cometido o suicídio.Tenho 3 filmes aqui clássicos de sua filmografia que merecem ser revistos.

20/08/2012 | 08h20 Denunciar

Siga Segundo Caderno no Twitter

  • segundocaderno

    segundocaderno

    segundocadernoEm novo álbum, Jorge Drexler busca inspiração nos ritmos latinos -->> http://t.co/zq3zL1GotU http://t.co/PqBuandUlKhá 11 horas Retweet
  • segundocaderno

    segundocaderno

    segundocadernoPresidente da Colômbia nega que García Márquez esteja com metástase -->> http://t.co/6AMkSpdhUQ http://t.co/TKZ9stxviShá 2 diasRetweet
clicRBS
Nova busca - outros